Anúncio

Drogas que seriam fornecidas para vários locais de Guarapari são apreendidas em operação da Polícia Civil

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 26 de janeiro de 2019 às 08:11
Atualizado em 26 de janeiro de 2019 às 08:11

Anúncio

Ao todo foram aproximadamente 5 kg de drogas encontradas, avaliadas em mais de R$ 100 mil

As drogas foram apreendidas no bairro Perocão, em Guarapari. Foto: Divulgação.

No fim da tarde de ontem (25), a Polícia Civil, por meio de investigações realizadas pelo Departamento Especializado de Narcóticos (Denarc) e pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari, com o apoio do DHPP do município, realizou a apreensão de uma grande quantidade de drogas no bairro Perocão. Os entorpecentes foram encontrados através do cumprimento de um mandado de busca e apreensão.

A operação resultou na apreensão de quase 2 Kg de Crack, que, de acordo com informações da Polícia Civil seriam suficientes para o preparo de mais de 10.000 pedras vendidas a R$ 10,00 cada. Além disso, os policiais encontraram mais de 1 Kg de cocaína e quase 2 Kg de maconha.

No cumprimento do mandado de busca também foi apreendido 15 gramas da droga sintética Metanfetamina, que é conhecida como “cristal” e, de acordo com a Polícia Civil, ainda rara no Brasil. No mesmo local, foi encontrada uma pistola semiautomática de calibre 380 e fabricação turca, 27 munições desse calibre, um revólver calibre 38, que estava completamente municiado e quase R$ 5.000,00 em dinheiro.

Durante a operação, Dara Hertel De Oliveira, de 22 anos e Leandro Flavio Teixeira, de 36 anos, que se encontravam na casa, foram autuados em flagrante. De acordo com a Polícia Civil, o alvo da ação era o marido de Dara, que não estava no local no momento da abordagem. Dara e Leandro foram autuados por tráfico de drogas majorado pelo emprego de armas.

A Polícia Civil acredita que o trabalho realizado tenha provocado um importante prejuízo para o tráfico de drogas local, já que o alvo vinha sendo apontado, nas investigações realizadas, como “atacadista” do tráfico, isto é, responsável pelo abastecimento de outros pontos de venda em Guarapari.

O Delegado Guilherme Eugênio, titular da Delegacia Patrimonial de Guarapari, enfatizou a relevância da apreensão realizada ontem. “O tráfico de drogas é a força motora de vários outros crimes realizados na cidade, sendo responsável pela maioria dos roubos, furtos e homicídios. Então, todo trabalho tendente a inibir essa prática é de grande importância”, destacou.

*Com informações da Polícia Civil.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

vacina_es

Guarapari abre novo agendamento para terceira dose de vacina da Covid-19

Serão atendidos idosos com 60 anos ou mais que tomaram segunda dose de qualquer vacina da Covid-19 há cinco meses ou mais

Anchieta-Credito-da-Foto-Andrews-Quinteiro_

Pelo quarto ano consecutivo, Anchieta recebe nota A do Tesouro Nacional

Anúncio

Anúncio

pfizer

Guarapari: ação de vacinação sem agendamento para adolescentes com comorbidades

ameazul-praia

Moradores da Enseada Azul, em Guarapari, realizam ação de limpeza neste sábado (18)

Ação é uma adesão ao Dia Mundial da Limpeza

Anúncio

Comunicado - 17-09-2021

Comunicado – 17/09/2021

pfizer

Vacinação dos adolescentes é mantida no Espírito Santo

O Ministério da Saúde suspendeu a imunização do público de 12 à 17 anos sem comorbidades

Anúncio