Anúncio

Em visita a sítio arqueológico, alunos do município conhecem patrimônio histórico de Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 22 de abril de 2019 às 15:13
Atualizado em 22 de abril de 2019 às 15:13
Anúncio

A visita aconteceu na última semana foi oferecida para 30 alunos da Escola Municipal Ignez Massad Cola.

30 alunos participaram da visita. Fotos: Divulgação.

Na última semana, alunos da escola Ignez Massad Cola foram convidados pela empresa Autonomia Arqueologia, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), para conhecer o sítio arqueológico “Praia da Cerca”. Ao todo, 30 alunos foram contemplados e tiveram a oportunidade conhecer mais um pouco sobre a história de Guarapari.

Kamila Ferrari, professora de história, que acompanhou os alunos na ida ao sítio arqueológico, juntamente com a equipe pedagógica da escola, enfatizou a importância da visita. “O principal objetivo da ação foi de apresentar aos alunos o patrimônio histórico e cultural da nossa cidade, tanto material quanto imaterial”, destacou.

Os alunos foram convidados pela empresa Autonomia Arqueologia, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Antes da visita, os alunos contaram com uma palestra na escola ministrada pelo arqueólogo e coordenador de campo Danilo Rodrigues Santos e pelo geólogo Geferson Reis, explicando o que é um sítio arqueológico. “A arqueologia conta não só a nossa história, mas também a de outros povos. Temos um patrimônio riquíssimo aqui que precisa ser conhecido”, concluiu Kamila.

O objetivo era fazer com que os alunos conhecessem o patrimônio histórico do município.

*Com informações da prefeitura de Guarapari.

Anúncio
Anúncio

Veja também

corona

Coronavírus: Guarapari registra 12º óbito e mais 10 casos da doença

A vítima fatal da doença residia no Centro

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Anúncio
Anúncio
Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

Anúncio
abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari