Anúncio

Empoderamento feminino, você vê por aqui

Por Aline Couto

Publicado em 7 de março de 2018 às 10:14
Atualizado em 15 de março de 2018 às 14:49
Anúncio

Uma noite cheia de discursos empoderados e com muita sororidade entre as convidadas. Assim foi a mesa redonda, pensada e executada pelo superintendente do Shopping Guarapari, Eduardo de Proft e pela blogueira Rosimara Marinho do Tudo é Mara, que contou com a participação de autoridades e personalidades da cidade que discursaram sobre vários temas referentes às mulheres no mundo atual.

O mediador da mesa, Eduardo de Proft, que fez questão de deixar claro que o local era plural e que a intenção era dar abertura do espaço para questões sérias a serem conversadas. “Fizemos questão que a data do evento fosse próxima do dia 08 de março, comemorado o dia internacional da mulher, com a missão de promover um debate sadio, com quem entende do assunto, sobre o papel e as lutas das mulheres na sociedade”.

Os idealizadores do evento, superintendente do Shopping Guarapari, Eduardo de Proft e a blogueira Rosimara Marinho do Tudo é Mara.

O movimento feminista esteve presente junto ao movimento negro, sempre engajado na luta pela igualdade entre os gêneros e raças. A presidente do Conselho Municipal da Mulher, Edineia da Conceição, falou sobre as conquistas e batalhas das mulheres negras. “Foi uma iniciativa muito bacana essa mesa, principalmente por ser em um local aberto, assim conseguimos ser ouvidas por quem veio para o evento e por quem está passeando no shopping. São temas relevantes, todas nós temos pautas importantes a defender”.

Um dos assuntos mais difíceis na mesa foi sobre a violência doméstica e sexual da mulher. A titular da delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Guarapari, Francini Moresch, discorreu sobre o tema ainda tabu para muitas mulheres. “Esse tipo de reunião coloca a sociedade para refletir sobre a violência e o empoderamento feminino em todos os setores. Temos que debater sempre, não só na semana da mulher. Ainda temos muito que fazer, melhoramos, passamos de 2º em violência doméstica para 10º lugar, com uma grande ajuda da lei Maria da Penha que fez as mulheres se encorajarem e denunciarem mais”.

Participaram da mesa, da esquerda para a direita, a Master Coach Trainer, Paula Barcellos, a psicóloga e membro do Delas, Hélia Mara de Deus, a presidente do Conselho Municipal da Mulher, Edineia da Conceição, a Instagrammer Regina Bretas, a delegada, Francini Moreschi e a juíza, Ângela Celestino.

A noite seguiu com outras palestras e discursos importantes, como o da juíza de Direito, Ângela Celestino, da graduada em Administração, Empresária e Instagrammer Regina Bretas, da jornalista, Master Coach Trainer do Poder da Ação e Analista de Perfil Comportamental, Paula Barcellos e da psicóloga e membro do Delas – 1º Movimento Coletivo Feminista de Guarapari, Hélia Mara de Deus, sobre as mulheres em vários âmbitos, digital, jurídico, autoresponsabilidade na própria história e a cultura de respeito, a sororidade.

Serviço:

Delegacia da Mulher de Guarapari

Rua: Santo Antonio, antigo prédio do Procon, 2º andar. Centro de Apoio a Mulher de Todas as Marias. Denúncia na polícia civil (181) – Secretaria de Políticas Públicas para as mulheres (180), ambas anônimas.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Mais uma morte pelo novo Coronavírus em Guarapari

Dos 3.742 moradores de Guarapari que contraíram o vírus, 3.470 estão curados 8 hospitalizados e 124 vieram a óbito

fora edson

Guarapari: placa com #ForaEdson é retirada, mas autor recorre contra decisão judicial

Anúncio
Anúncio
Júlio César

STF julga processo iniciado por universitário de Guarapari

Júlio César Carminati deu início ao pedido de Habeas Corpus coletivo em 2018

cesan-guarapari

Cesan nega comunicado de paralisação de abastecimento para Anchieta e Guarapari

Anúncio
Bárbara Hora

Conheça as propostas dos candidatos à prefeitura de Guarapari: Bárbara Hora

Litza Aoni (2)

Advogada cria loja com produtos à base de cannabis, em Guarapari

Anúncio