Anúncio

Equipe de guarda-vidas de Guarapari divulga 1º balanço quinzenal do ano

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 24 de janeiro de 2020 às 08:12
Atualizado em 23 de janeiro de 2020 às 15:56

Anúncio

Durante os 15 primeiros dias de 2020, foram realizados mais de 70 resgates

Foto: Reprodução

Nesta semana, a equipe de guarda-vidas de Guarapari divulgou o balanço total da primeira quinzena de janeiro.  Entre os dias 01 e 15 deste mês, foram feitos 79 resgates, 4 atendimentos de afogamento em grau 1, 24 atendimentos pré-hospitalares, 420 orientações aos banhistas em área de risco, 94 localizações de crianças, sete localizações de idosos e 139 abordagem de pessoas que estavam praticando esporte em área irregular.

Diante dos números, Leonardo Santos, gerente de salvamento marítimo, reforça o pedido aos banhistas para que se conscientizem dos riscos oferecidos pelo mar. “Muitos banhistas se arriscam em áreas de risco e nem sempre aceitam o nosso alerta. Nesses primeiros 15 dias, tivemos quatro afogamentos em grau 1, ou seja, pessoas que aspiraram uma quantidade mínima de água, mas o suficiente para produzir tosse. Algo que poderia ser evitado se as pessoas entendessem que nós, salva-vidas, estamos aqui para proteger, dar dicas para o bem de todos”, disse.

Crianças e idosos perdidos

Segundo Leonardo, outra situação preocupante é a questão das crianças e idosos perdidos nas praias. “Reforço a necessidade de atenção e cuidado em relação a isso. Neste mês, os números aumentaram muito”, finalizou o gerente de salvamento marítimo. O projeto Praia Segura, realizado pela Secretaria Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac) e a Secretaria de Turismo, Empreendedorismo e Cultura (Setec), tem por objetivo orientar os banhistas sobre como proceder ao encontrar alguém perdido. De acordo com as orientações, O primeiro passo é levá-la até um dos postos do salvamento marítimo, que são seis ao longo da orla. Os profissionais estão preparados para tomar as providências necessárias.

Esporte em área irregular

Na primeira quinzena do ano, a equipe de guarda-vidas registrou 139 abordagens a pessoas que estavam praticando esporte em área irregular. Diante disso, é válido relembrar que a prática de esportes só é permitida dentro dos horários e locais estipulados pelo decreto Nº 691/2019, de dezembro de 2019.  Na Praia do Morro, por exemplo, o esporte é permitido das 06h às 08h e das 17h às 22h, na área permitida é de 500m, sendo 250m em cada extremidade da praia.

  • Com informações da Prefeitura Municipal de Guarapari

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

crime em Gri

Crime em Guarapari: mulher foi amarrada e torturada antes de ser assassinada

Ana Paula da Silva Barbosa, de 52 anos, foi morta na noite de domingo (1); o marido dela também foi agredido e teve ferimentos na cabeça

Obras-orla-de-meiape-2021-08-03 (4)

Guarapari: carta aberta cobra respostas em relação a atraso de obra na Orla da Praia de Meaípe

Documento foi protocolado na Prefeitura de Guarapari pela Associação de Moradores do Bairro Meaípe

Anúncio

Anúncio

Tempo Integral ES1

Programa Capixaba incentiva implantação de Tempo Integral em escolas municipais

xepa vacina

Guarapari realiza ações de vacinação contra a Covid-19 e a gripe (Influenza)

As segundas doses de AstraZeneca e Coronavac serão aplicadas na quarta-feira (04) e as da gripe, na quarta e na quinta-feira (05)

Anúncio

revsol1

Parceria entre empresa e prefeitura beneficia estradas e ruas de localidades em Guarapari

A ArcelorMittal doará toneladas de Revsol para o município; as primeiras contempladas serão as localidades de Santa Arinda, Limão e Limãozinho

redução homicídios ES

Sete primeiros meses do ano acumulam redução de 5,7% nos homicídios no Espírito Santo

Anúncio