Anúncio

Escola busca reatar laços entre pais e alunos com programa educacional em Guarapari

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 20 de março de 2017 às 19:09
Atualizado em 20 de março de 2017 às 19:09

Anúncio

O formato da família tradicional mudou. O que há algumas décadas era exceção, como pais separados, por exemplo, hoje é comum. A mulher foi para rua trabalhar para ajudar no orçamento familiar, os avós passaram a ter um papel mais preponderante e a dinâmica entre as relações dos membros da família também mudou.

Com estas mudanças também surgiram novos problemas e as crianças e adolescentes sentem isso de forma diferente que acaba refletindo no comportamento nas escolas. Pensando em melhorar esta relação aluno/família/escola, o Centro Educacional Maxime fechou uma parceria com o programa Escola da Inteligência, idealizado pelo médico psiquiatra e pesquisador Augusto Cury.

Pedro Lucci, diretor do Máxime, entre as representantes da Escola da Inteligência, explica para os pais sobre o programa. Foto: João Thomazelli/Folha da Cidade

Pedro Lucci, diretor do Maxime, entre as representantes da Escola da Inteligência, explica para os pais sobre como funciona o programa. Foto: João Thomazelli/Folha da Cidade

Pedro Lucci, diretor do Maxime explicou sobre esta parceria. “Há algum tempo já conheço o trabalho do doutor Cury e estou pesquisando sobre a Escola da Inteligência. Finalmente conseguimos firmar esta parceria para atender melhor nossos alunos. Nos dias de hoje as crianças não sabem lidar muito bem com as frustrações. Falta diálogo tanto da parte deles como dos pais. A Escola Inteligente trabalha justamente isso. Esta mudança nos costumes e como ajudar pais e filhos a se conectarem novamente”, explicou.

Para que os pais dos alunos possam participar efetivamente da Escola da Inteligência, uma série de palestras serão realizadas para os pais. No último dia 16 de março foram realizadas duas palestras com pais de alunos do Maxime. Todos receberam um livro com tarefas voltadas para ajudar na aproximação entre as crianças e adolescentes e seus familiares.

“Antigamente tinha um aparelho de televisão em casa e a família se reunia para assistir. Os filhos eram mais numerosos e eles tinham que aprender a dividir o espaço, os brinquedos, as roupas com seus imrãos. Hoje tudo está mais individualista e imediatista. Quando essa criança começa a se relacionar fora de casa aparecem os primeiros conflitos, as primeiras frustrações e eles não sabem lidar com isso”, explicou Rafaela Perim, coordenadora de Ensino da Escola da Inteligência.

Ao todo serão realizados quatro encontros durante o ano e os pais deverão executar exercícios e fazer relatórios sobre os resultados. Um dos “deveres de casa” dos pais é a simples realização de refeições na mesa, com todos os membros da família participando. Exercícios simples, mas que se mostram eficazes na reaproximação e construção de uma nova relação entre aluno, escola e família.

maxime escola da inteligência

No último dia 16 foram dadas duas palestras para os pais dos alunos do Maxime. Foto: João Thomazelli/Folha da Cidade

“Fizemos um levantamento entre os alunos e pedimos para eles descreverem seus problemas familiares. Ficamos alarmados com os problemas apresentados. Hoje um jovem que não sabe lidar com as frustrações é perigoso. Vemos muitos casos de adolescentes que tiram a própria vida por causa de um término de namoro, por exemplo. Nossas crianças não sabem mais como lidar com problemas simples do dia a dia e a falta de relação familiar é um dos maiores causadores destes problemas”, finalizou Pedro Lucci.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

olimpiadas-2020-2021-07-23

Artigo: Espírito Santo na disputa de medalhas nas Olimpíadas 2020 atrasadas de Tóquio

IMAGEM-DO-ARTIGO-imoveis-2021-07-23

Artigo: quatro pontos que todo locador deve saber antes de alugar seu imóvel

Anúncio

Anúncio

ifes guarapari 2

Ifes de Guarapari está com inscrições abertas para cursos técnicos gratuitos

Ao todo, estão sendo ofertadas 108 vagas distribuídas entre os cursos concomitantes noturnos de Administração, Eletrotécnica e Mecânica

doacao-de-sangue-hemoes

Solidariedade x Covid-19: Hemoes precisa de mais doadores de sangue

Anúncio

65o-MAPA-DE-RISCO-26.07-a-01.08-1

65° Mapa de Risco Covid-19: Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves seguem em risco baixo

Novo mapa segue com apenas 6 municípios em risco moderado em todo o estado

Job Jiu-JitsuSDC

Projeto Social de Guarapari brilha em mundial de Jiu-Jitsu

Atletas de várias idades se destacaram em disputa realizada no Rio de Janeiro

Anúncio