Anúncio

Escola de ensino fundamental é sonho antigo dos moradores do Elza Nader

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 7 de agosto de 2017 às 14:35
Atualizado em 7 de agosto de 2017 às 14:36

Anúncio

O bairro Elza Nader pode ser considerado pequeno. Com aproximadamente mil moradores, o bairro possui ruas asfaltadas e rede de drenagem pluvial, mas ainda deixa a desejar na infraestrutura.

Uma das principais reivindicações dos moradores ouvidos pela reportagem do folhaonline.es é a construção de uma escola no bairro, principalmente de educação infantil. A escola mais próxima fica a dois quilômetros, no bairro Una, e isso acaba dificultando a vida dos pais que precisam trabalhar.

Escola de ensino fundamental é sonho antigo dos moradores do Elza Nader

Terreno onde escola do bairro será construída. Foto: João Thomazelli/folhaonline.es

“A escola é muito longe e a criança na pode ir sozinha porque tem que atravessar a rodovia que é muito perigosa. A construção de uma escola aqui é um sonho antigo dos moradores e, inclusive, foi promessa de campanha de vários políticos. Agora precisamos que saia da promessa e se torne realidade”, explicou o vice-presidente da Associação de Moradores do Bairro Elza Nader, Rodrigo dos Santos.

O vice-presidente mostrou à reportagem do folhaonline.es o local onde, de acordo com os boatos, seria o terreno em que a escola será construída. O terreno é amplo, com espaço suficiente para a construção de uma escola para atender toda a comunidade.

“Esperamos há muito tempo por uma escola aqui. Fica difícil levar as crianças lá no Una e depois ir trabalhar. Fica muito contramão para os pais. Precisamos de uma escola aqui”, comenta a aposentada Maria da Penha Martins, 64 anos.

Ponto de ônibus

Além de uma escola para a comunidade de Elza Nader, a aposentada Maria da Penha chama a atenção para outro problema de infraestrutura. Trata-se do único ponto de ônibus do bairro, usado pelos moradores diariamente. No lugar tem um abrigo novo, mas em frente a este abrigo é que está o problema.

Um grande buraco no asfalto, que por vezes fica cheio de lama, tira do sério os usuários de ônibus.

“Toda vez que chove a água fica empoçada e os carros passam e jogam lama em quem está sentado. Este é o ponto onde os passageiros do Transcol também desembarcam quando chegam de Vila Velha. É uma vergonha, o primeiro ponto de ônibus dentro do perímetro urbano da cidade, usado por centenas de pessoas todos os dias, se encontrar desta forma. Não adianta o abrigo porque a lama fica toda no canteiro e não escoa”, reclamou a aposentada.

Construção da escola pode estar próxima

A prefeitura informou que um terreno já foi desapropriado para a construção da escola. Confira a resposta na íntegra.

“A Secretaria Municipal de Educação possui previsão de construir uma unidade educacional para atender a comunidade. O município já realizou a desapropriação de uma área no bairro para a construção e segue demais trâmites para a realização da obra”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

antonio-ribeiro-artigo-2021-03-12-4

Artigo: futuro endereço do Museu Guarapari está para ser decidido. Participe!

reuniao_PMES_PCES_Seguranca-2021

Novembro teve o menor número de assassinatos dos últimos 25 anos do ES

Anúncio

Anúncio

PHOTO-2021-11-29-15-02-06

Artigo: tomar ou não a vacina? Será que posso ser demitido?

vacina pfizer crianças

Mutirão vai aplicar vacina da Covid-19 para diversos públicos em bairros de Guarapari

Confira público-alvo de cada etapa da vacinação e Unidades de Saúde para cada dia do mutirão

Anúncio

radium-arquvo-foes

Guarapari: novo projeto do Radium Hotel será apresentado nesta terça (07)

reproducao_folhaOvitoria-CDP_Xuri

21 detentos fugiram da Penitenciária do Xuri, em região vizinha à Guarapari

Confira quais são os fugitivos

Anúncio