Anúncio

Escola de Guarapari é a única do ES em desafio nacional de educação

Por Sara de Oliveira

Publicado em 31 de outubro de 2019 às 08:37
Atualizado em 8 de novembro de 2019 às 15:45

Anúncio

Professoras da escola municipal Cândida Soares Machado estão participando do Desafio Inova Escola, promovido pela Fundação Telefônica Vivo

Professoras Fernanda Geraldo (esquerda), Daiane Pinhal e Cynthia Gonçalves durante o desenvolvimento do projeto.

Três professoras de Guarapari colocaram o município em destaque na fase regional do Inova Escola, desafio promovido pela Fundação Telefônica Vivo, que tem o objetivo de dar voz a propostas de desenvolvimento educacional. Fernanda Geraldo, Cynthia Gonçalves e Daiane Pinhal são professoras na escola municipal Cândida Soares Machado e estão entre as cinco instituições da região sudeste que tiveram o projeto classificado. A escola, localizada no bairro Nossa Senhora da Conceição, é a única do Espírito Santo concorrendo ao prêmio.

Com o tema “Juntos Somos Mais Fortes”, a equipe desenvolveu um relato com um mapeamento da escola, informando quais são as características dos alunos e qual problema a instituição enfrenta na luta por uma educação de qualidade. Além disso, as professoras precisaram desenvolver uma proposta de solução para a problemática.

Alunos da escola Cândida Soares Machado.

No projeto, o principal desafio relatado pelas educadoras é a dificuldade de apreensão do conteúdo e a falta de interesse por parte de alguns alunos. “É como se a gente preparasse um grande banquete e eles não tivessem mais fome pra comer, talvez pelos formatos que a sala de aula hoje apresenta”, explica Fernanda Geraldo, professora responsável pela proposta.

Com o intuito de mudar esse cenário, o projeto desenvolvido para o concurso apresentou uma proposta de monitoria em sala de aula, envolvendo todas as disciplinas. A ideia sugere que os alunos que tenham maior facilidade na aprendizagem possam auxiliar os colegas por meio de mesas redondas, rodas de conversa, experiências diferenciadas e espaços extracurriculares. “Com essa mobilização, a gente vaio conseguir alcançar aqueles que têm mais dificuldades, aqueles que são mais dispersos”.

Após um processo de avaliação, a equipe foi pré-selecionada como um dos destaques regionais do concurso. A escola está classificada entre os 25 relatos do Brasil, e entre os cinco projetos da região sudeste. No dia 8 de novembro, um vídeo com apresentação da proposta desenvolvida pelas professoras estará disponível na plataforma do Inova para a votação popular. “Somos o único projeto do Espirito Santo”.

A professora destaca a importância do apoio dos capixabas para que a escola se classifique entre os destaques nacionais. “Caso a gente seja selecionado, no ano que vem, vamos receber uma verba destinada exclusivamente ao desenvolvimento dessa proposta, além de receber uma equipe que vai nos auxiliar a implementar esse projeto”, explica.

O concurso

O Inova Escola foi promovido em comemoração aos 20 anos da Fundação Telefônica Vivo. A iniciativa tem o objetivo de dar voz a propostas de inovação na educação, convocando professores de todo o Brasil para participar de uma trilha formativa, onde desenvolvem atividades e são desafiados a elaborar uma solução para a problemática vivida na instituição que atuam.

O percurso, iniciado no final de agosto, foi dividido em cinco módulos, em que os professores realizaram uma série de atividades para apresentar a realidade da escola e a proposta a ser desenvolvida. Ao todo, 25 projetos foram pré-selecionados na etapa regional e cinco serão classificados para a fase nacional.

A votação na plataforma do Inova ficará disponível a partir do dia 8 de novembro.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Muda-de-planta-shutterstock_302422220

Guarapari inicia neste domingo (19) uma semana comemorativa pelo Dia da Árvore

Família nômade (4)

Guarapari 130 anos: família nômade se encanta com as belezas da “Cidade Saúde”

Anúncio

Anúncio

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2-1

Artigo: ser cidadão guarapariense; uma honra e um privilégio!

rambutan-1

Rambutan: fruta exótica no Brasil é produzida em Guarapari

De origem asiática, o fruto é encontrado na propriedade do José Antônio Ofrante, em Rio Claro

Anúncio

Crimes virtuais

Artigo: crime virtuais; como se proteger e denunciar

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2

Guará de Ouro: solenidade homenageia lideranças locais e do ES que trabalham por Guarapari

Anúncio