Anúncio

Escolas do município serão mapeadas pelo índice de violência

Por Gabriely Santana

Publicado em 15 de junho de 2015 às 12:58
Atualizado em 15 de junho de 2015 às 12:58

Anúncio

Professores, prefeitura, Conselho de Escola, Vara da Infância, policiais, integrantes da segurança pública do município e representantes da Secretaria Municipal de Educação, se reuniram na última quinta-feira (11) para um relevante trabalho voltado para uma reflexão coletiva sobre a paz nas escolas.

Na ocasião, os presentes discutir a violência em todos os níveis e propor estratégias preventivas dentro do ambiente escolar, envolvendo a sociedade, em especial os jovens e adolescentes, em ações que fortaleçam a cultura da paz e o respeito entre os cidadãos.

11391435_924898964215750_968409009342272909_n

Professores e sindicato estavam presente na reunião, nesta quinta-feira. Foto: arquivo Adriano Albertino

 

Os representantes de algumas escolas, que também estavam presentes, manifestaram e relataram casos de comportamento abusivo e que até mesmo passam da violência verbal e ocasionam, violência física. Em seguida, foi debatida a necessidade da construção coletiva de um conjunto de normas ou regras que devem ser seguidas dentro do ambiente escolar. Essas normas terão como finalidade coibir comportamentos abusivos, que podem em casos mais graves, gerar violência.

Patrulha Escolar é uma das iniciativas de combate à violência

Algumas propostas foram apresentadas, entre elas a “Patrulha Escolar” que começa suas atividades a partir do dia 16 de julho, e que está sob o comando da Polícia militar, o “Protocolo Padrão de Procedimento”, que será uma espécie de manual para tirar dúvidas sobre quando e onde recorrer em cada situação e até mesmo a criação de um formulário interno de ocorrências para um banco de dados sobre os incidentes no ambiente escolar. Outras propostas também vieram como forma de fortalecer o que já está sendo feito, como é o caso da “Casa de Pais” que vigora em várias escolas do município e que a partir de agora receberá apoio da Vara da Infância.

“É muito mais animador saber que todos estão envolvidos nesta causa. Sempre lutamos por esse trabalho em conjunto e estamos muito felizes em saber que agora recebemos a atenção que tanto reivindicamos pela paz nas escolas” diz um dos diretores do Sindicato dos Professores (Sindiupes), Hélio Bubach.

Uma nova reunião será realizada no dia 20 de agosto para discutir a implantação dos projetos e apresentar o relatório do mapeamento que será feito, identificando as escolas que apresentam o maior índice de violência.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

quiosque praia do morro11

Guarapari abre licitação para manutenção dos quiosques recém-reformados na Praia do Morro

Os serviços custarão mais de R$ 450 mil

rematricula

Termina amanhã (30) o período para rematrícula na Rede Estadual de Ensino do ES

Anúncio

Anúncio

onibus_lorenzutti_guarapari

Duas linhas de ônibus que atendem a zona rural de Guarapari terão alteração de itinerários

Breno natação11

Nadador de Guarapari conquista quatro ouros e uma prata nas Paralimpíadas Escolares 2021

Anúncio

rifa-beneficente-pedrovidal1

Adolescente de Guarapari com cirurgia em atraso recebe apoio e novo prêmio para rifa

compras_natal_1-770x470

Natal Premiado com R$ 15 mil de premiação em Anchieta

Anúncio