Anúncio

Espírito Santo foi o sexto Estado que mais registrou empregos em abril

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 20 de maio de 2017 às 15:40
Atualizado em 19 de maio de 2017 às 18:20
Anúncio

Por Larissa Castro

As últimas estatísticas de desemprego no Brasil não foram as melhores, contabilizando cerca de 14 milhões de cidadãos brasileiros desempregados. O Folha Online ES vem publicando diversas opções de vagas para quem está à procura de um emprego ou estágio, em todo o Espírito Santo. Essas oportunidades deram base para inverter a situação, ou começar a melhorar os dados negativos. Hoje, é o sexto Estado que mais criou empregos no país, ficando atrás somente de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Goiás e Paraná.

O processo de deterioração do desemprego está próximo do fim. É o que afirmam especialistas, que consideram os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na última terça-feira (16) pelo Ministério do Trabalho, como um bom sinal de que a economia caminha para retomar o seu crescimento.

De acordo com os números de abril, em todo o país, o saldo de empregos – diferença entre a abertura e o fechamento de postos de trabalho – foi de 59.856 vagas, o primeiro resultado positivo para o mesmo mês desde 2014. Mas no acumulado do ano, o resultado ainda é negativo, com o fechamento de 933 vagas.

Dados não são suficientes para dizer que a economia recuperou, mas a economia já começa a reagir.

Assim como no Brasil, o Espírito Santo também melhorou seus indicadores no mês passado, com a criação de 3.548 empregos, quantidade acima dos 466 de abril de 2016, e também bem superior do que o saldo de março deste ano, quando foram fechados 794 postos. No acumulado do primeiro quadrimestre, o emprego capixaba se mostrou mais sólido do que o nacional, com um saldo positivo de 1.714 vagas.

Aliás, os 3.548 empregos interrompem um ciclo nada favorável que o Estado vinha registrando. Em 2016, por exemplo, dos 12 meses, apenas dois tiveram saldo positivo e, mesmo assim, bem abaixo do calculado em abril.

Entre os Estados que não conseguiram acompanhar o início da recuperação econômica, estão: Alagoas (-4.008), Rio Grande do Sul (-3.044) e Rio de Janeiro (-2.554), Estados, aliás, que enfrentam graves crises fiscais.

O destaque para a expansão das vagas capixabas veio por meio de setores como a indústria de transformação, com saldo de 1.365 empregos, a agropecuária (1.083), serviços (561) e construção civil (300).

O superintendente regional do Ministério do Trabalho, Alcimar Candeias, diz que áreas como da indústria, da construção e de serviços oferecem sinais mais reais de que a recuperação está acontecendo. “Já a agropecuária ainda tem a forte influência da sazonalidade, com a colheita de café e a produção de cana-de-açúcar”, destaca Candeias ao comentar que no saldo dos 12 meses, o Espírito Santo ainda tem muitos empregos a recuperar, já que ele acumula o fechamento de 25.741 vagas.

Crescimento

A economista e professora da Fucape, Arilda Teixeira, comenta que o aumento das atividades de exportação no Espírito Santo contribuiu para a expansão dos empregos no segmento de serviços. Na avaliação dela, os números do Caged reforçam os primeiros passos que a economia vem dando rumo ao retorno do crescimento. “Esses dados ainda não são suficientes para dizer que a economia recuperou, mas eles indicam que a atividade econômica começa a reagir em relação à recessão”, observa ao lembrar que ainda são cerca de 14 milhões de desempregados em todo o país.

O professor de Finanças do Ibmec/RJ, Gilberto Braga, cita que, além dos empregos, outros indicadores vêm contribuindo para a mudança de perspectiva de cenário, como a queda dos juros, o controle da inflação e o IBC-Br do Banco Central – uma espécie de prévia do PIB –, que registrou uma alta de 1,12% no primeiro trimestre deste ano.

*Fonte de dados: Gazeta Online.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra mais dois óbitos e totaliza 306 casos confirmados

Com isso, Guarapari totaliza 16 óbitos; 170 pacientes estão curados da Covid-19

lorenzuttti

Liminar: Guarapari deve apurar se houve desequilíbrio contratual com a Lorenzutti

A decisão foi baseada nas medidas tomadas pelo município diante da pandemia da Covid-19, que impactaram negativamente a economia da empresa

Anúncio
Anúncio
Foto: Divulgação

Polícias Civil e Militar prendem autores de homicídios e realizam apreensão de drogas em Anchieta

A operação intitulada “Pitoco Assassino” cumpriu 10 mandados de prisão e foi concluída com sucesso graças ao trabalho integrado das polícias capixabas; Operação Sentinela apreende drogas, arma e munição

sala de aula1

Guarapari irá disponibilizar atividades não presenciais para alunos do município

Caberá aos professores, o apoio remoto aos alunos e às famílias na orientação e realização das tarefas

Anúncio
Imagem: HM Propaganda

Novo folhaonline.es bate primeiro recorde de acessos simultâneos

A plataforma manteve a estabilidade com quase mil usuários ativos ao mesmo tempo

subsecretario ES

‘Em algum momento será esgotado’, diz subsecretário sobre expansão dos leitos para Covid-19 no ES

Reblin afirmou ainda que a necessidade de expansão está associada a capacidade de distanciamento social no estado