Anúncio

Espírito Santo registra menor número de homicídios dos últimos 25 anos

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 12 de janeiro de 2020 às 12:00
Atualizado em 10 de janeiro de 2020 às 13:15
Anúncio

O dado corresponde ao período de 2019, que fechou com menos de mil mortes

Para o governador, os números mostram que a integração trouxe resultados importantes. Foto: Foto: Hélio Filho/Secom

De acordo com o balanço da Segurança Pública de 2019, o Espírito Santo obteve o menor índice de homicídios em 25 anos. Foram registradas 978 mortes, no último ano. O número representa o melhor resultado desde 1993, quando o estado superou mil assassinatos. Os dados foram divulgados pelo governador do Estado, Renato Casagrande, no início de janeiro. O relatório ainda aponta redução nos casos de latrocínio e feminicídio.

Segundo informações do Governo do Estado, em comparação com o ano de 2018, 131 vidas foram poupadas em 2019. Ainda comparado com o ano anterior, a Grande Vitória apresentou uma redução de 15%, tendo 522 casos registrados. O menor número da região desde 1996. O governador comemora os índices positivos. “Temos um desafio gigantesco, mas os números mostram que a integração trouxe resultados importantes”.

No último mês de dezembro, 85 vidas foram tiradas de forma violenta, o que torna o torna o segundo dezembro menos violento do Estado desde 1996. Conforme aponta o balanço, das cinco Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp), quatro encerraram ano com menor número de mortes. Apenas a região Noroeste sofreu acréscimo, com sete casos a mais. Para o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Sá, os resultados de 2019 são históricos.

No que diz respeito à morte de mulheres, o número diminuiu de 94 mortes, em 2018, para 89 em 2019. O Estado também concluiu o período com um caso a menos de feminicídio registrado, contabilizando 33 mortes. Em relação ao crime de latrocínio, homicídio que objetiva o roubo, houve um decréscimo de 26%. Segundo o balanço, em 2018 foram registrados 34 mortes do tipo e, no último ano, o número caiu para 25.

Renato Casagrande atribui os avanços na Segurança Pública aos esforços do Governo do Estado para restringir a circulação de armas de fogo. “Temos visto uma indução às armas e quando isso acontece, mais armas se oferta aos bandidos. Montamos uma delegacia especializada em armas e munições com o desafio de tirar esses itens das mãos dos criminosos”.  Segundo o governador, a meta é que a redução da criminalidade no Estado avance este ano.

Texto: Nicolly Credi-Dio 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

loja-davino-matos-frente-extrabom-santo-antonio

Vias do centro de Guarapari serão parcialmente interditadas a partir de amanhã (2)

Interdição acontecerá devido às obras de novo supermercado

carnaval

Sem vacina, Guarapari passará “longe de show e carnaval”, segundo prefeito

Queima de fogos no réveillon está garantida, no entanto

Anúncio
Anúncio
edson-tartaruga-assinatura-bairro-pavimentacao-drenagem

Prefeito de Guarapari autoriza obras em estrada do bairro Tartaruga

Na ocasião, Edson Magalhães também citou os planos futuros para a região

voz-denuncia-barulho-moradora-praia-do-morro-madrugada

Moradora de Guarapari reclama de aglomeração e som alto na orla da Praia do Morro

A confusão aconteceu de madrugada e a aposentada tentou contato com o Disque-Silêncio e com a Polícia Militar, mas não conseguiu

Anúncio
pesca-camarao-proibida-nordeste-oleo-mar-litoral-governo-defeso-730x400

Dezembro inicia defeso de camarão e lagostas no ES

reveillon_guarapari

Municípios capixabas suspendem queima de fogos no réveillon; Guarapari segue sem definição

Vitória e Vila Velha suspenderam a queima de fogos no réveillon nas praias depois da entrevista do subsecretário Estadual de Vigilância em Saúde

Anúncio