Anúncio

Estudante deficiente visual de Guarapari é classificado para nova fase da Olimpíada Brasileira de Matemática

Por Aline Couto

Publicado em 27 de maio de 2019 às 18:16
Atualizado em 27 de maio de 2019 às 18:21
Anúncio

A segunda fase da Obmep acontecerá em setembro deste ano

O estudante Raí com a professora de braile, Leidiany Costa. Foto: Reprodução.

O aluno do 6º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental João Batista Celestino, Raí Loureiro dos Santos, foi classificado para a segunda fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que irá acontecer em setembro deste ano.

Raí tem 12 anos e menos de 10% da visão. Ele começou a ter aulas de braile há um ano e vem evoluindo bastante, de acordo com a da professora de educação especial/braile, Leidiany Costa, que o acompanha nesse processo. “Em um ano ele já demonstrou que tem potencial e é esforçado. Sempre interessado e com facilidade de aprender. Nesse pouco tempo de ensino já vejo o Raí lendo, escrevendo e fazendo conta em braile”.

Leidiany acrescentou que o novo aprendizado ajudou o aluno a socializar mais e a vencer a timidez. “Ele está interagindo com outros estudantes e sendo parabenizado pelo feito nas olimpíadas. Com isso ele consegue mostrar a todos que nenhuma deficiência é empecilho para nada na vida. Essa parceria entre o colégio e família é fundamental no processo de aprendizagem e inclusão”.

O estudante mora no bairro Village do Sol, mesma localidade da escola que frequenta, com a mãe Luciana Loureiro e as quatro irmãs. Luciana contou que Raí nasceu com a visão 100% mas que por volta dos três anos começou a ter problemas. “Ele tem miopia, mas de uma forma degenerativa. Ele usou óculos e duas cirurgias formam feitas para tentar resolver, mas não tem solução. Ele não vai voltar a enxergar mesmo, sua visão vai só diminuindo com o passar do tempo. Ano passado ele enxergava uns 10%, esse ano já diminuiu essa porcentagem”.

Após a conquista, a mãe disse que sempre acreditou no filho, mas que nenhum dos dois achava possível chegar tão longe. “Foi emocionante, tenho muito orgulho do Raí. É um menino dedicado e que sempre gostou dos números. Depois da vitória ele afirmou que agora tem certeza que gosta de matemática e quer se dedicar cada vez mais”, finalizou Luciana.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

simonetti (4)

Loja de Guarapari arrecada mechas de cabelo para mulheres com câncer de mama

Santuário

Santuário São José de Anchieta: novos serviços garantirão uso sustentável do monumento

Anúncio
Anúncio
corona

Guarapari registra mais 28 casos do novo Coronavírus

Litoral Sul capixaba é destaque na prestação de serviços industriais

Litoral Sul capixaba é destaque na prestação de serviços industriais

Anúncio
la vie (2)

Guarapari: universitária abraça sonho e troca engenharia por culinária

A estudante trabalha de forma individual e possui planos para expandir o próprio negócio alimentício

WhatsApp Image 2020-10-20 at 13.14.58

Indústria familiar de pães e bolos é exemplo de sucesso em Alfredo Chaves

Anúncio