Anúncio

Apesar do destaque na feira de negócios e turismo, ES teve pouca adesão dos municípios e empresários

Por Aline Couto

Publicado em 1 de outubro de 2019 às 11:49
Atualizado em 1 de outubro de 2019 às 16:55
Anúncio

A feira aconteceu entre os dias 25 e 27 de setembro em São Paulo e a Setur ofereceu espaço para municípios e empresários do ES participarem

Mesmo Guarapari não tendo participado da feira, as belezas do município foram mostradas durante o evento. Foto: Reprodução.

Apesar da iniciativa da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) de possibilitar um espaço institucional para que empresários ligados ao turismo e municípios pudessem divulgar o Espírito Santo na Abav Expo, a adesão ainda foi pequena apesar do destaque do Estado na feira.

A 47ª edição da Abav Expo Internacional de Turismo, organizada pela Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav), teve o objetivo de fomentar o setor com oportunidades de negócios, ações de divulgação e conhecimentos sobre as mudanças no setor turístico. De acordo com o secretário de Estado de Turismo, Dorval Uliana,  a Setur fez um trabalho de mobilização junto as regiões turísticas, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), no sentido de qualificar a apresentação do Espírito Santo nesse evento importante.

O município de Alfredo Chaves participou da feira e pela primeira vez teve a oportunidade de divulgar os destinos e potencialidades agroturísticas da cidade, que vão desde o artesanato a gastronomia. No espaço da Setur, o município reuniu mais de 20 empresários locais bem como representantes de prefeituras que compõem as regiões turísticas do Espírito Santo.

A foto ilustrativa da moqueca na Abav foi tirada pelo fotógrafo de Guarapari, Marcelo Moryan. Foto: Reprodução.

Consolidado como uma das maiores feiras de negócios e turismo do país, o evento contou com alguns empresários representando Guarapari, mas o próprio município não participou. Segundo um dos empresários presentes, Fernando Otávio, diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Espírito Santo, ABIH-ES, mesmo com divulgação, espaço gratuito e apoio do Sebrae-ES, tiveram poucos empresários presentes. “Acreditamos na divulgação do destino. Guarapari sempre é procurada e isto cria oportunidade de contato com agências de viagens, público da feira, que irão vender o destino durante o ano inteiro. Os agentes precisam conhecer a cidade e ver com quem vão se relacionar. Se eles não forem impactados, não conseguirão impactar os clientes, os nossos prováveis turistas. É fundamental essa divulgação em imagens, vídeos e áudios, além, claro, do contato humano”.

Sobre a não participação na feira Abav, a prefeitura de Guarapari foi procurada e questionada. Mas até o fechamento desta matéria não houve retorno por parte do órgão.

Anúncio
Anúncio

Veja também

WhatsApp Image 2020-07-09 at 21.57.10

Guarapari: família Gaeta perde Mariza Abreu

WhatsApp Image 2020-07-09 at 09.35.27

Após campanha de amigos, pai e filho tratam câncer com dinheiro arrecadado em Guarapari

O dinheiro foi útil para quitar despesas dos tratamentos de câncer na laringe e na cabeça, diagnosticado em duas pessoas de uma mesma família.

Anúncio
Anúncio
Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari contabiliza mais um óbito e ultrapassa a marca de 1.200 casos

55 casos foram registrados nas últimas 24h; O município registra, hoje (09), 1233 casos da doença e 54 óbitos

Foto: Divulgação

Prefeitura de Anchieta investe em obras na sede e no interior do município

Mesmo focada nas ações de prevenção a Covid-19, a Prefeitura segue com obras para dar mais segurança e qualidade de vida aos moradores

Anúncio
Foto: Reprodução

Coronavírus já infectou 19 idosos residentes e 10 trabalhadores em instituições de Guarapari

O crescimento percentual da Covid-19 nesses idosos no ES, de 22 de maio até 3 de julho, foi de 630%. A verificação é realizada em 36 municípios do Estado

MãesColorindo

Mães cobram acessibilidade para os filhos especiais em parques e praças de Guarapari

“Acessibilidade e inclusão significam que todos terão direito a usufruir dos serviços prestados com qualidade, que todos poderão explorar o ambiente sem nenhuma barreira e restrição” disse uma das mães.

Anúncio