Anúncio

Feira promove adoção de cães e gatos em Guarapari

Por Sara de Oliveira

Publicado em 25 de junho de 2019 às 16:30
Atualizado em 25 de junho de 2019 às 16:30
Anúncio

A ação, que aconteceu no último sábado (22), resultou em quinze animais adotados. Quase metade do número eram gatos, o que surpreendeu os organizadores.

15 animais foram adotados no sábado. Fotos: Hamilton Garcia.

Uma feira de adoção, realizada em Guarapari no último final de semana, resultou em quinze animais domésticos adotados. A ação foi mobilizada pela Ong Protetores Independentes/ Animais Carentes e aconteceu na Clínica Veterinária Guarapari. De acordo com os organizadores, quase metade dos animais adotados foram gatos, o que, segundo eles, é inusitado.

Danielle Cerqueira, vice-presidente da ong, explicou que a ação é organizada a partir com pessoas independentes, já que a instituição não possui um abrigo. “As pessoas nos procuram, fazem contato com a gente e trazem para a feira o animal juntamente com o documento de identidade”, contou. De acordo com Danielle, a ação estimula uma adoção responsável. “Quem traz o cachorro ou gato tem que ficar aqui até o animalzinho ser adotado. Porque como nós não temos abrigo, nós mobilizamos o evento e organizamos castrações, além de outros tratamentos”, disse.

A feira aconteceu na clinica veterinária Guarapari, em Muquiçaba.

A ação é organizada há cerca de quatro anos e em cada feira, uma média de 20 animais são adotados, segundo Danielle. “Cada protetor independente resgata um animal que estava na chuva, ou que foi jogado fora, ou até mesmo que tenha sido criado dentro da própria casa e assim sucessivamente. Essas pessoas trazem esses animais até a feira e nós conseguimos lares para eles. Então, isso evita o abandono também”, declarou.

O médico veterinário Fábio Maio contou que, na edição anterior da feira, mais de 25 animais foram adotados. “São 25 animais a menos nas ruas, que poderiam ser atropelados, morder alguém, causar acidentes de transito ou até mesmo transmitir doenças para as pessoas e para outros animais”, exemplificou. De acordo com o veterinário, umas das medidas que precisam ser tomadas é a castração dos animais de rua. “É importante que a gente tenha nas cidades políticas publicas para castração desses animais, porque cada cachorro ou gato na rua dando cria vai multiplicar essa quantidade”, argumentou.

Vinícius Binda e Paula Braga aproveitaram a feira para adotar um cachorrinho.

A professora e dentista Paula Braga e o médico Vinicius Binda aproveitaram a feira para levar um novo membro para a família. Os dois, que não tinham nenhum animal de estimação, adotaram um cachorro. De acordo com Paula, foi amor à primeira vista. “A gente veio comprar um vaso decorativo e saímos com um cachorro”, brincou. Vinícius e Paula explicaram que queriam um animal há algum tempo. “Eu não apoio muito a compra, porque tem muitos animais por aí abandonados, então eu apoio muito ações de adoção”, declarou Paula.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

corrego-da-prata-inaugu

Prefeito de Anchieta entrega escola reformada e obras seguem firmes no município

A escola de de Córrego da Prata ganhou melhorias na parte estrutural, além de diversos equipamentos

Foto: Reproduçao / Sinestesia - Criatividade Coletiva

Prazo para cadastramento de fazedores de cultura de Guarapari vai até terça-feira (11)

O objetivo da iniciativa é criar um banco de dados da cultura local, facilitando o acesso ao auxilio emergencial da Lei Aldir Blanc

Anúncio
Anúncio
cestas básicas

Ong do bairro Adalberto distribui cestas básicas para famílias carentes de Guarapari

As cestas doadas pela Associação Crescer Com Viver foram obtidas por meio do movimento Saúde e Ação, pelo instituto Unimed Vitória

marketing digital

Readequação dos atuais negócios ao período pós pandemia da Covid-19

Anúncio
Foto: Reprodução

Guarapari registra mais duas mortes e totaliza 85 óbitos pela Covid-19

As vítimas fatais da doença residiam nos bairros Coroado e Santa Mônica

Imagem prioridade de tramitação - artigo Larissa

Artigo: Prioridade de tramitação nas execuções de honorários advocatícios

Anúncio