Anúncio

Fiscalização encontra administradoras de condomínios irregulares em Guarapari

Por Sara de Oliveira

Publicado em 22 de agosto de 2019 às 17:13

Anúncio

De acordo com o Conselho Regional de Administração (CRA-ES), as empresas não apresentavam habilitação, nem um profissional responsável técnico junto à autarquia.

fiscalização 2 - Fiscalização encontra administradoras de condomínios irregulares em Guarapari

Foto: Reprodução.

 

Uma fiscalização do Conselho Regional de Administração (CRA-ES), realizada esta semana em Guarapari, resultou em duas administradoras de condomínio encontradas de forma irregular. As empresas fiscalizadas estavam atuando sem o registro junto ao conselho, além de não apresentarem um profissional responsável técnico registrado na autarquia. A operação aconteceu nos bairros Praia do Morro, Centro e São Judas Tadeu.

O administrador Felipe Borges participou da fiscalização em Guarapari e informou que sete administradoras do município foram investigadas. “Essas empresas encontradas de forma irregular estavam vendendo a administração sem a habilitação necessária para atuar na área”, explicou.  Além disso, Felipe informou que outro problema encontrado foi a ausência de profissionais técnicos registrados no CRA-ES. “A pessoa pode administrar o próprio condomínio, mas se ela terceiriza esse serviço é preciso que a empresa contratada possua uma pessoa com o olhar técnico para responder eticamente pelo condomínio”, esclareceu.

De acordo com Felipe, ao serem encontradas atuando de forma irregular, essas empresas são notificadas e têm um prazo para se regularizar junto ao conselho. “É dado um período de 10 a 15 dias para que as administradoras busquem pela habilitação e por um profissional cadastrado no CRA-ES. Caso o prazo não seja cumprido, é aplicada uma multa que pode chegar a mais de R$ 4 mil”, relatou.

Corretoras

Durante a fiscalização, o Conselho de Administração também encontrou corretoras de imóveis de Guarapari que anunciam serviços de administração de condomínios, sem a habilitação necessária. Felipe explicou que a ação é recorrente, mas errada. “A atividade de corretagem é totalmente diferente da administração, mas eles possuem públicos e contatos semelhantes. Por isso, acabam absorvendo a demanda das administradoras e exercendo outra profissão”, enfatizou.

Segundo o administrador, o hábito pode acontecer por dois fatores diferentes. “Existem corretoras que fazem isso para incrementar o portfólio de atividades, na tentativa de mostrar ao cliente que são mais eficientes, mas também existem casos de outras que querem crescer, mas não buscam por informação junto ao CRA-ES para saberem o que podem ou não fazer”, destacou.

Felipe relatou a importância das constantes fiscalizações que, de acordo com ele, podem ser feitas pessoalmente, através de envio de ofícios, e-mails entre outros. “O conselho tem essa função social de garantir o zelo na administração. Porque tem muitos condôminos que reclamam, por exemplo, da falta de organização dessas empresas. Então, os conselhos profissionais tem o único objetivo de proteger a sociedade para preservar o serviço de qualidade”, concluiu.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

casa-sinestescia-2024

Casa Sinestésica oferece Oficina de Desenho gratuita nesta quarta (17) em Guarapari

Com o tema Autorretrato, atividade tem vagas limitadas

IMG_9800-1

Terra dos Dinos: Guarapari deve ganhar filial do ‘Jurassic Park brasileiro’ em 2025

Parque temático, no RJ, possui diversas atrações e 40 modelos de dinossauros em tamanho real

Anúncio

Anúncio

20240701_160006

Fios acumulados e pendurados em postes preocupam moradores de Guarapari

Moradores flagraram casos em duas avenidas movimentadas da Praia do Morro

lei-seca_forca-pela-vida-7-1

Blitz Lei Seca flagra 131 motoristas alcoolizados em todo Estado no fim de semana

Ação faz parte do programa “Força pela Vida”, integrando diversos órgãos

Anúncio

Wendel Lima

Wendel Lima oficializa desistência da pré-candidatura à Prefeitura de Guarapari

Parlamentar vai tentar novo mandato como vereador

20240712_121249983_iOS

Com novas peças, ‘Brechó dos Apaexonados’ é reinaugurado pela Apae Guarapari

Espaço é importante fonte de recursos para a instituição

Anúncio