Anúncio

Governo do Estado lança Plano de Investimentos de R$ 9 bilhões

Plano de Investimentos Públicos contempla todas as áreas do Governo do Estado, envolvendo obras, equipamentos, tecnologia, entre outros, que serão realizados até dezembro do próximo ano

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 29 de junho de 2021 às 09:00
Atualizado em 30 de junho de 2021 às 13:32

Anúncio

Foto: Hélio Filho/Secom.

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, na manhã desta segunda-feira (28), o Plano de Investimentos Públicos (PIP) do Espírito Santo, que representa um grande volume de investimentos para os próximos anos, com valor total de R$ 9 bilhões.

Sob a coordenação das Secretarias de Economia e Planejamento (SEP) e de Governo (SEG), o PIP é uma ação que integra o Plano Espírito Santo – Convivência Consciente, que é um grande pacto construído com a colaboração entre setor público e privado.

Casagrande destacou que o PIP abrange investimentos que já estão sendo realizados e outros que serão potencializados nos próximos meses. “Já temos R$ 9 bilhões garantidos para os próximos anos, especialmente, para este ano e o seguinte, oriundos de diversas fontes. Nós distribuímos esses recursos para diversas áreas, como segurança pública, turismo, cultura, desenvolvimento urbano e principalmente em infraestrutura e educação. São investimentos que vão tornar o Espírito Santo cada vez mais competitivo e com melhor qualidade de vida para a população capixaba”, afirmou.

Plano de Investimentos Públicos (PIP)

Entre os investimentos estabelecidos no plano, R$ 2,2 bilhões são destinados para o Saneamento; R$ 1,2 bilhão para Rodovias; R$ 1,1 bilhão para a Educação; R$ 781,2 milhões para Macrodrenagem; R$ 609 milhões para Infraestrutura; R$ 545 milhões para a Saúde; R$ 520 milhões para Segurança Pública; R$ 391 milhões para Obras Estruturantes; R$ 376 milhões para Ciência e Tecnologia; e R$ 217 milhões para Agricultura.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, afirmou que o Plano proporciona uma aplicação eficiente dos recursos e prioriza os investimentos com maior impacto junto à sociedade. “Temos uma cultura de gestão fiscal e governança internalizada em nossa equipe de Governo. Isso é perceptível na capacidade de entrega nos dois primeiros anos da gestão”, disse.

Dentro do Plano foram criados fluxos para controle e acompanhamento dos investimentos, qualificando e garantindo ainda mais as entregas à população. O PIP terá um Comitê de Avaliação de Investimentos Públicos (CAIP), coordenado pelo secretário de Governo e composto pelos secretários de Economia e Planejamento, da Fazenda e de Gestão e Recursos Humanos.

Plano Espírito Santo — Convivência Consciente

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, reforçou que o PIP é mais uma iniciativa dentro do Plano Espírito Santo – Convivência Consciente, criado para estimular a retomada econômica capixaba e com destaque no que é necessário para a qualidade de vida das pessoas, dos capixabas.

“É uma iniciativa que está relacionada diretamente ao pacote do Plano Espírito Santo – Convivência Consciente, anunciado no ano passado. O anúncio feito neste evento confirma o compromisso do governador Renato Casagrande com o desenvolvimento das cidades, das regiões e a qualidade de vida dos capixabas”, disse Hoffmann.

O Plano ES é um conjunto de ações envolvendo órgãos do poder público e do setor produtivo para promover o desenvolvimento econômico, priorizando as pessoas, com o objetivo de reduzir os impactos sofridos pela população capixaba em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). São previstos mais de R$ 32 bilhões em investimentos dos Governos Federal, do Estado e do setor privado até o final de 2022. A estimativa é de que sejam criadas mais de 100 mil vagas de emprego.

Educação

Durante o evento de anúncio do PIP, o Governo do Estado anunciou a liberação de R$ 200 milhões para edital do Fundo Estadual de Apoio à Ampliação e Melhoria das Condições de Oferta da Educação Infantil e do Ensino Fundamental no Espírito Santo (Funpaes). Os recursos fazem parte dos R$ 1,1 bilhão previstos dentro do Plano para a área da Educação. Com a alteração da Lei nº 11.527, em maio último, o alcance do Funpaes foi ampliado: seu alcance também chega às unidades escolares do Ensino Fundamental, antes voltado apenas para o Ensino Infantil.

Os recursos são destinados para obras de reforma, ampliação e construção de escolas, podendo ser aplicados também na aquisição de equipamentos, mobiliários, recursos tecnológicos, veículos (vans, ônibus escolares e caminhão de carga), mobiliário pedagógico, mobiliário escolar, equipamentos de cozinha industrial, aquisição de Sistema de Microgeração de Energia Elétrica, entre outros bens permanentes.

*Com informações de Governo do Estado do Espírito Santo.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

elcy-nunes-aarao-cover-2

Morre Elcy Nunes Aarão, ex vice-prefeito de Guarapari do início dos anos 90

obras-construcao-civil-sefaz

Espírito Santo é o Estado que mais investiu durante 2021

Informação aparece em relatório divulgado pelo Ministério da Economia

Anúncio

Anúncio

chuva-muquicaba-guarapari-2021-09-01

Mais chuva: Instituto emite novo alerta incluindo Guarapari e região

Instituto Nacional de Meteorologia alerta para o risco de acumulado de chuvas

hospital guarapari

Empresa responsável pela obra do hospital de Guarapari está contratando

Estão sendo ofertadas 11 oportunidades de trabalho

Anúncio

meaipe_arquivo_folha

DER anuncia início do engordamento e revitalização de Meaípe, em Guarapari, nas próximas semanas

casa-decoracao

Anchieta premiará casas com melhor decoração natalina

Serão R$ 10 mil em premiação para as casas com as fachadas mais atraentes nos quesitos criatividade e iluminação

Anúncio