Anúncio

Governo lança sistema de alerta e anuncia construção do centro de monitoramento de desastres

Por Aline Couto

Publicado em 9 de agosto de 2019 às 17:12
Atualizado em 9 de agosto de 2019 às 17:12
Anúncio

Fundamentado na política de Proteção e Defesa Civil, o Estado firmou um contrato de financiamento junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) para implantação do “Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem”

Foto: Hélio Filho/Secom.

Com investimentos de R$ 56 milhões, o governo do Espírito Santo anunciou, nesta sexta-feira (09), durante o 8º Seminário Capixaba de Prevenção de Riscos e Desastres, promovido pela Defesa Civil, a construção do Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGRD), que deve mudar o Estado de patamar a respeito da prevenção de desastres naturais.

A obra ficará dentro da área do Quartel Central do Corpo de Bombeiros, em Vitória, incluindo toda a estrutura e equipamentos que serão instalados no local. O Centro, que deverá ficar pronto em até dois anos, vai ocupar uma área de aproximadamente 1,5 mil metros quadrados, distribuída em quatro pavimentos com monitoramento 24 horas, sete dias por semana; emissão de alertas; gerenciamento de riscos; gerenciamento de desastres; e capacitação. Com uma tecnologia de ponta, nos moldes de grandes centros de referência em gestão de desastre, nacionais e internacionais, as informações serão processadas e as ações que os órgãos públicos deverão tomar vão ser decididas.

De acordo com o governador do Estado Renato Casagrande, a Centro faz parte do sistema estadual de alerta, permitindo alertar a população sobre fenômenos naturais extremos, como inundações, estiagem prolongada, chuvas torrenciais e outros para diminuir ou evitar os riscos. O Centro vai estar integrado às Defesas Civis de cada município, à Defesa Civil Nacional, além das informações de estações meteorológicas e hidrometeorológicas do Estado.

Foto: Hélio Filho/Secom.

Além do anuncio do Centro, Casagrande assinou o Decreto que marca o lançamento do sistema Alerta!ES, que vai unificar as bases de dados hidrometeorológicas, oferecendo mais informações para enfrentar os riscos de desastres. Com isso, criou-se o Sistema Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastre, o Alerta!ES, que passa a integrar o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil.

De forma mais objetiva, o sistema dotará o Estado de uma estrutura integrada de planejamento, ordenação e análise das informações de mapeamento, monitoramento, previsão e alerta de variáveis meteorológicas, hidrológicas, geológicas e oceanográficas, bem como outras informações técnico-científicas do meio físico. Vai atuar nas ações de monitoramento, que se caracterizem como riscos e ameaças de desastre, fornecendo, na iminência, durante e após a ocorrência de eventos, informações para a tomada de decisões.

Fazem parte do sistema Alerta!ES: a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cepdec); a Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh); o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper); o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema); o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN); e a Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan).

*Com informações: Governo do Estado

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Covid-19: Guarapari não registra nenhum novo caso curado e óbito

Apesar das estagnações, Guarapari registra mais 12 casos confirmados.

ecd6d3b421843b0d47335554aad50a7a-1

Chances de quedas entre idosos aumentam durante pandemia

Protegidas da Covid-19 dentro de casa, pessoas idosas são expostas aos riscos de quedas; Conheça os cuidados que devem ser tomados para prevenir os acidentes

Anúncio
Anúncio
Anchieta_Findes_

Anchieta fecha parceria com Findes e facilita acesso ao crédito à empresas

44429ada-1f15-4d5d-a818-edb129a82edf

Símbolos ícones de Guarapari estão sumindo das ruas e praças da cidade

Anúncio
Foto: Reprodução

Outro óbito pelo coronavírus é confirmado em Guarapari

Mais 21 casos da doença foram registrados de ontem (03) para hoje (04)

Imagem Ilustrativa | Foto: Reprodução

Artigo: Beneficiários do INSS podem ter acréscimo de 25% na aposentadoria

Anúncio