Anúncio

Guarapari 127 anos: A receita é trabalho e dedicação

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 21 de setembro de 2018 às 09:17
Atualizado em 21 de setembro de 2018 às 09:17
Anúncio

Esses são os ingredientes que o jovem Vitor Hugo coloca no dia a dia e, com eles, quer crescer e contribuir para o desenvolvimento da cidade que ama. Ele abre a nossa série especial desta sexta-feira (21) em comemoração ao aniversário de 127 anos de emancipação política de Guarapari.

Vitor Hugo “joga nas 11”, atuando onde for necessário para o bom andamento da empresa e consolidação dela no mercado. Foto: Hamilton Garcia

Jocimara Brito

Para o engenheiro civil Vitor Hugo M. Monnerat, 25 anos, um caminho de garra e dedicação é que nos leva a importantes conquistas. Sem corpo mole, é preciso arregaçar as mangas e suar a camisa. Ele começou a trabalhar aos 14 anos – foi emancipado – na Toffoli Madeiras, empresa do padrasto, Junior Toffoli, por vontade própria. “Eu pedi para trabalhar, ninguém me obrigou, queria ter meu dinheirinho. Comecei de baixo e coloquei a mão na massa, fui vendedor, caixa, fazia contagem de estoque e cobria férias de outros funcionários”. Atualmente, Vitor Hugo está à frente da Toffoli Empreendimentos, inaugurada em 2016, onde ele faz de tudo um pouco. “Lá eu não sou só engenheiro, sou também encarregado, faço compras, admito e demito trabalhadores”.

Ser jovem e estar à frente da construtora que leva um sobrenome já conhecido até gerou alguns comentários, mas para Vitor Hugo o fundamental mesmo é acreditar e batalhar. “Não é porque eu tenho um padrasto que tem uma condição e me ajuda, é porque eu fiz por merecer. Por ser novo, gerou desconfiança, sim, mas em nenhum momento deixei essa desconfiança vir para mim mesmo”. Com a Toffoli Empreendimentos, Vitor Hugo almeja somar com Guarapari, ajudar no crescimento, tendo empreendimentos notórios e viáveis para a cidade do coração, a qual ele não se vê longe. “Não me vejo morando em outro lugar, Guarapari tem tudo o que eu preciso… Praia, igreja, comércio, qualidade de vida e está crescendo”.

E se o jovem engenheiro fala da Cidade Saúde com todo amor e gratidão, da mesma forma é com a família. O forte vínculo criado com o padrasto faz com que o tratamento seja mesmo de pai e filho, e ele agradece o apoio da família e as regalias não recebidas ao iniciar a caminhada profissional. “Se eu sou a pessoa que sou hoje, devo ao Junior, que me deu responsabilidade, oportunidade de emprego. O Junior gosta de cuidar da família e lapidar as pedras que ele tem. Hoje eu tenho uma casca que foi criada ao longo do tempo, porque ele fez isso comigo e eu agradeço muito. Sou grato à minha família, que me motiva, e me faz querer construir mais”, disse.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

cães_abandonados

Doações de livros ajudam animais de rua em Guarapari

O perfil “Desapego de Patas” vende os livros doados e todo o dinheiro é repassado para o projeto Ajuda Pet

nicole apa

Moradora de Guarapari cria grupo de compras para que consumidores consigam descontos

Nicole Mattar criou o “Nosso Grupo de Compras” com o objetivo de reunir consumidores e negociar descontos em compras coletivas

Anúncio
Anúncio
Foto-Antonio-Ribeiro-550x413-1

Melhorei tanto minha saúde que decidi me mudar para Guarapari

Foto: Reprodução

Com 3.357 casos da Covid-19 confirmados, Guarapari tem 121 sob investigação

Anúncio
Imagem artigo

Artigo: O uso indevido da Lei Maria da Penha

E o reflexo prejudicial às mulheres que de fato precisam da proteção legal

Foto: Reprodução

Grupo de doadores de sangue de Guarapari convoca voluntários para ação

O Projeto Esther-Doe Sangue Salve Vidas realiza doação pelo menos duas vezes por mês com transporte gratuito para os voluntários

Anúncio