Anúncio

Guarapari 127 anos: Talento passado de pai para filho

Por Aline Couto

Publicado em 19 de setembro de 2018 às 15:00
Atualizado em 18 de setembro de 2018 às 12:37
Anúncio

Conheça mais um personagem da nossa série especial dos 127 anos de emancipação política da cidade. Seguimos retratando exemplos de guaraparienses – naturais ou não – que fazem da Cidade Saúde um bom lugar.

Amante de Guarapari e da corrida de rua, o jovem Manoel Neri tem o talento passado através do DNA. O pai, Marcos Neri, é um famoso corredor de rua que já chegou ao top três do Estado e vem passando o dom do atletismo para os filhos.

Manoel, hoje com 15 anos, começou a correr desde muito cedo com a orientação do pai e do tio, que também foi um corredor de rua campeão, Marivaldo Neri. “Há três anos me dedico às competições. Tenho treinado com a equipe Enício Pereira, que além de me direcionar para a conquista de pódios e campeonatos, também me apoia financeiramente”.

Com a predileção para o esporte no sangue, Manoel tem o sonho de competir na corrida internacional de São Silvestre, a famosa prova de rua do país disputada no dia 31 de dezembro na cidade de São Paulo. “Eu já participei de umas 16 corridas e na maioria fui a pódio. Meu maior objetivo no momento é disputar essa corrida, estou batalhando para isso, passo meus finais de semana e feriados em Cariacica, treinando duro com a equipe”.

Foto: Reprodução/Enício Pereira.

Como no esporte nem tudo são flores, para que Manoel consiga realizar seu sonho e seguir na carreira, há a necessidade de patrocínio. “Por enquanto, eu e outros membros da equipe estamos bancando as inscrições e dando uma ajuda de custo para ele seguir treinando, mas estamos correndo atrás de patrocínio. Esse garoto tem futuro, vai longe. Mas, para isso precisamos de parceria e investimento”, explicou o chefe da equipe, Enício Pereira.

Mas para quem pensa que o jovem só pensa em corrida, está enganado. O esporte trouxe para ele, além da saúde, disciplina, dedicação e foco. “Quero seguir minha vida no atletismo, mas também sei que é muito difícil hoje me dia viver só do esporte. Pretendo estudar muito, paralelo aos treinos, e entrar na Polícia Federal. Quero ter uma profissão que dê uma maior estabilidade para minha família”, disse o antenado Manoel.

“Não sei exatamente quando comecei a correr, quando paro para pensar não consigo me ver fazendo outra coisa. A cidade sempre me ajudou, é uma inspiração para seguir no atletismo, tem tranquilidade, qualidade de vida, além das belezas naturais. Nasci, cresci e pretendo praticar o atletismo pelo Brasil e fora dele, mas quero continuar vivendo em Guarapari,na minha raiz. E, quem sabe ter minha própria família de corredores”, se diverte o jovem guarapariense.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

teste-rapido-coronavirus-covid19-1

Com mais um óbito, Guarapari totaliza 82 mortes pela Covid-19

O município registra 2.084 casos confirmados e 1.698 curados, além de 3.979 casos suspeitos

praça

Moradores de Meaípe se unem e criam praça em área abandonada do bairro em Guarapari

A comunidade batizou de “Praça da Sereia” o espaço que vem sendo criado a partir de esforços coletivos

Anúncio
Anúncio
Esgoto Itapebussu2

Guarapari: Esgoto “invade” há anos casa em Itapebussu; moradora pede solução

Foto: Reprodução

Sine Anchieta anuncia vagas com oportunidades de emprego em Guarapari

Dentre as vagas de emprego anunciadas, há oportunidades para moradores de Anchieta, Guarapari, Piúma e Iconha

Anúncio
capa-curado-covid

Curado da Covid-19, idoso retorna para casa em Guarapari após 22 dias internado

Aos 79 anos, Helvécio Gomes dos Santos esteve hospitalizado do dia 08 ao dia 30 de junho; Hoje, recebe ajuda de familiares para lidar com as sequelas da doença

live

Sexta (07) tem live solidária em prol da Pestalozzi de Alfredo Chaves e Amor que Late & Mia

A transmissão acontecerá no Youtube, no canal Jonas Munaldi Produções, a partir das 19h

Anúncio