Anúncio

Guarapari: Chuva destrói barraco e grupo pede doações para construir casa para a família

Os seis membros da família precisaram deixar o barraco onde viviam, em Village do Sol, na última quarta-feira (23), devido à chuva

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 25 de setembro de 2020 às 08:30
Atualizado em 25 de setembro de 2020 às 18:18

Anúncio

O barraco onde a família vivia foi destruído. Foto: Arquivo Pessoal

Na última terça-feira (23), uma família carente composta por seis membros, sendo quatro deles crianças, precisou deixar o barraco em que vivia, no bairro Village do Sol, em Guarapari, devido às fortes chuvas. Agora, o Projeto Vide, que já construía uma casa para a família, pede doações de mão de obra e material de construção para agilizar a finalização da obra.

Ezilda Freitas, 60 anos, é a fundadora do Projeto Vide, que tem por objetivo ajudar famílias em situação de extrema pobreza, conta que conheceu essa família de Village do Sol há aproximadamente dois meses. “Eu recebi um vídeo que mostrava o lugar em que eles viviam, que não tinha nem quatro paredes”, relata. Desde então, o grupo se mobilizou para oferecê-los um lar com melhores condições.

Com doação de um terreno de 7,5m por 4m, também localizado no bairro Village do Sol; mão de obra e material de construção, o grupo conseguiu iniciar a obra. “Uma arquiteta que faz parte do Projeto Ide criou o projeto, voluntários cederam mão de obra aos sábados e nós estamos quase terminando de bater a laje”, explica Ezilda.

O grupo pretende terminar de bater a laje nesse sábado (26). Foto: Arquivo Pesoal

Contudo, o planejamento não previa a forte chuva que destruiu o barraco onde a família morava, na última terça-feira (23). Atualmente, a família está em um espaço cedido por Ezilda, no Ipiranga, onde permanecerá até a conclusão da obra. Para que logo estejam no próprio lar, o grupo pede doações para agilizar as próximas etapas da obra, de acabamento e mobília.

Jéssica Cordeiro, que também está envolvida na campanha de arrecadação, afirma que muita coisa já foi doada, porém, ainda restam alguns itens “Nós já ganhamos fogão, camas, janelas, as louças e cerâmica para o banheiro, mas ainda precisamos de: geladeira, botija de gás, ventilador de teto, colchão de solteiro, portas, lajota, argamassa, cimento e cerâmica para o restante dos cômodos”. Além disso, o grupo procura por pessoas dispostas a doar mão de obra, para o andamento da construção.

Segundo Jéssica, o principal intuito da iniciativa é oferecer um ambiente seguro e digno à família, que inclui quatro crianças. “É uma família que, sem dúvida, precisa de assistência. Eles conseguiram o auxílio emergencial mas tiveram que gastar pagando as dívidas acumuladas com compra de alimento. O pai é ajudante de pedreiro e está desempregado. Nós estamos tentando mudar a vida dessa família, para que essas crianças tenham um futuro melhor”.

Caso deseje colaborar doando qualquer um dos itens mencionados ou mão de obra, entre em contato com Jéssica por meio do número (27) 99755-4260, que vai até o endereço combinado buscar a doação.

Mais informações:
(27) 99755-4260 – Jéssica
(27) 99917-0725 – Ezilda

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Samarco ajuíza Recuperação Judicial para manter suas atividades de produção

Objetivo é equacionar endividamento financeiro para garantir proteção para ativos e postos de trabalho após retomada da produção em dezembro de 2020

Como-Montar-Uma-Clinica-Medica

Câmara de Guarapari aprova contratação de médicos e pagamento de auxílio aos profissionais de Saúde

Ambos projetos foram aprovados em unanimidade pelos vereadores presentes e seguem para sanção do Prefeito

Anúncio

Anúncio

policia_civil-delegacia-GRI

Polícia Civil prende em Guarapari suspeitos de roubo a postos de gasolina

O crime teria ocorrido no dia 7 de dezembro de 2021

kettle-bell-592905_640

TJES concede liminar para suspensão de Lei que considera atividades físicas como essenciais em Guarapari

Liminar visa suspender Lei Municipal nº4435/2021, que estabelece atividades ligadas à educação física como essenciais

Anúncio

50º-MAPA-DE-RISCO---12.04-a-18.04

Mapa de Risco: 42 cidades em Risco Extremo, incluindo Guarapari e Anchieta

Apenas dois municípios (Conceição da Barra e Ibitirama) estão classificados como de risco moderado

vacina 65 69 2

Agendamento para vacinar idosos de 60 a 64 anos contra Covid-19 abre segunda-feira (12) em Guarapari

Anúncio