Anúncio

Guarapari concentra a maior área plantada de Seringueira do ES

Por Sara de Oliveira

Publicado em 20 de setembro de 2019 às 12:00
Atualizado em 20 de setembro de 2019 às 15:04
Anúncio

Dando continuidade à série especial de reportagens em comemoração aos 128 anos de emancipação política de Guarapari, agora é a vez de falarmos sobre maior área plantada de Seringueira do ES que se localiza no município

Cerca de 1.500 hectares no município são ocupados por plantações de seringueira. Foto: Hamilton Garcia.

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), cerca de 1.500 hectares no município são ocupados pela atividade que movimenta, anualmente, aproximadamente R$ 5 milhões

Se estendendo por diversas comunidades rurais, o cultivo da Seringueira já é consolidado em Guarapari. Anualmente, é produzida uma média de 1800 toneladas do látex, matéria-prima utilizada para a fabricação de diversos produtos na indústria. O município também é detentor da maior área plantada de seringueira do Espírito Santo, movimentando anualmente cerca de R$ 5 milhões.

De acordo com o engenheiro agrônomo Cassio Vinicius de Souza, extensionista do Incaper, o cultivo da Seringueira é feito há décadas em Guarapari, facilitado principalmente pelo clima e pelas condições do solo. “Hoje, nós temos cerca de 1.500 hectares no município ocupados pela atividade. Em praticamente todas as comunidades rurais de Guarapari existem plantios. Muitos deles não têm a seringueira como prioridade, mas talvez como a segunda ou terceira atividade geradora de renda na propriedade”, explicou.

Segundo ele, apesar de não ser o cultivo mais relevante de Guarapari, a seringueira possui uma cadeia que está estruturada. “É uma cultura importante porque, juntamente com outros cultivos, compõe a renda dos nossos agricultores”, declarou. Além disso, Cássio informou que uma das vantagens da atividade é o longo ciclo de vida da planta. “É uma cultura perene. Você planta e explora por décadas”, destacou.

Em média, 1800 toneladas do látex são produzidas anualmente no município. Foto: Hamilton Garcia.

Luiz Claudio Simões, de 80 anos, é um dos produtores de seringueira do município e contou que pratica a atividade desde 1978. “Foram plantadas 14 mil mudas na minha propriedade. Elas, inclusive, já estão no fim de produção, porque já têm mais de 40 anos”, pontuou. Luiz revela que o plantio, que ocupa cerca de 16 hectares, é produtivo. “Eu já cheguei a colher três toneladas de borracha por mês”, informou.

Além do uso comercial, a seringueira também é benéfica para o meio-ambiente, reitera o extensionista Cássio. “Ela é importante para a recuperação de áreas degradadas, recuperação de áreas de recarga, assim como serve de cobertura para o solo e para a redução de processos erosivos. Ou seja, além do aspecto econômico e produtivo, tem a relevância ambiental”, enfatizou.

Cássio ponderou que a principal dificuldade do cultivo da Seringueira é o preço pago pelo látex, que, de acordo com ele, em outros momentos já foi melhor. “Por se tratar de uma comódite, a precificação da borracha é feita em função de uma diversidade de fatores como o mercado externo, a demanda do produto e a oferta. Tudo isso interfere diretamente no valor do produto”, enfatizou.

 

Anúncio
Anúncio

Veja também

corona

Coronavírus: Guarapari registra 12º óbito e mais 10 casos da doença

A vítima fatal da doença residia no Centro

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Anúncio
Anúncio
Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

Anúncio
abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari