Anúncio

Guarapari: Coral no Natal

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 12 de novembro de 2018 às 09:54
Atualizado em 12 de novembro de 2018 às 09:54
Anúncio

Coluna Antônio Ribeiro (*)

 

Tive o privilégio de ver o Natal Luz de Gramado nascer há quarenta anos. Sabem como foi? Como tudo fadado a crescer: simples e pequeno, mas muito emocionante. Uma apresentação de vários corais (ou coros como preferem alguns).

Foi no mesmo lago do Parque Hotel, onde é até hoje, só que numa pequena ilha que também resiste ao tempo e ao sucesso. Os corais se apresentavam e ao final foram caminhando pela rua principal, até a igreja matriz, no centro.

O público ao redor do lago foi pequeno, em uma única e simples arquibancada de madeira. Hoje são mais de vinte e gigantes. Mas a volta foi incrível, emocionante e tenho bem gravada na memória, como se fosse um filme.

Eram seis ou sete corais, com não muito mais de cinquenta pessoas ao todo. Mas como iam cantando cantigas de Natal conhecidas da maioria, as pessoas iam se juntando, como se fosse uma procissão. No final eram centenas.

Foto: Arquivo/Folha.

Na escassa iluminação natalina da linda igreja matriz, toda de pedra, se juntaram todos e continuaram cantando, esperando a hora de iniciar a Missa do Galo, uma tradição da meia noite natalina, naqueles anos do regime militar.

No ano seguinte repetiram os corais, mas tiveram a feliz ideia de trazer o Agnaldo Rayol, para encerrar a apresentação dos corais. Aumentaram as arquibancadas e o público continuou indo em caminhada ao centro.

Gramado tinha na época menos de 50 hotéis, nada perto dos mais de 500 que tem agora, 1.000 se contadas junto as pousadas e é hoje o terceiro maior destino turístico do Brasil, só atrás do Rio e de Foz. Breve será segundo!

Que isso tem a ver com Guarapari, estarão perguntando alguns. Mais uma das minhas sugestões para a cidade: fazer o mesmo na Beira Mar da Praia do Morro, com os corais da cidade e mais os da grande Vitória.

Sairia da futura sede nova da Secretaria de Turismo, em direção a nova praça da Prainha, que poderiam assim ser inauguradas, com cobertura nacional nos meios de comunicação, promovendo a cidade.

Um show de fogos anunciaria mais uma atração de Guarapari. É Natal!

Bom porque no Ano Novo já tem quantidade de gente suficiente por aqui.

E não precisaríamos pagar passagens aos cantores dos corais. São do ES!

 

(*) O autor é especialista em marketing, viveu em Porto Alegre, São Paulo e Curitiba, esteve em todos os estados brasileiros, a exceção de Acre, Roraima e Amapá, ministrou cursos em todos os países da América Latina, menos nas três Guianas e escreveu o Guia de Férias e Feriadões.

Anúncio
Anúncio

Veja também

corona

Coronavírus: Guarapari registra 12º óbito e mais 10 casos da doença

A vítima fatal da doença residia no Centro

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Anúncio
Anúncio
Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

Anúncio
abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari