Anúncio

Guarapari: Moradores de Meaípe querem reunião com a prefeitura sobre obra inacabada

Segundo a Associação de Moradores do bairro, o objetivo da reunião seria discutir a possibilidade do Município concluir a obra da orla da Praia de Meaípe com recursos próprios

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 21 de julho de 2020 às 08:00
Atualizado em 21 de julho de 2020 às 18:17

Anúncio

Segundo moradores, a terra deixada no local transforma-se em lama com a chuva. Foto: Leitor

Recentemente, moradores do bairro Meaípe procuraram a redação do jornal Folhaonline.es para questionar a não conclusão da obra de revitalização da orla da Praia de Meaípe, aguardada há mais de um ano. A obra, que continua inacabada, vem gerando transtornos à comunidade local e a Associação de Moradores do bairro pretende agendar uma reunião com a Prefeitura de Guarapari para discutir possíveis soluções para a questão.

De acordo com Vinícius Brina Gramiscelli, presidente da Associação de Moradores de Meaípe, uma das possibilidades seria o Município assumir os custos da finalização. “A prefeitura afirma que a obra não é finalizada porque estão aguardando o repasse da verba federal, mas nós acreditamos que a obra poderia ser finalizada com recursos próprios e depois a verba iria ressarcir os custos”, explica.

Com a obra inacabada, pedregulhos e cascalhos foram deixados no local. Foto: Leitor

Para ele, isso aceleraria a obra, que vem gerando transtornos aos moradores e comerciantes da região. “A terra se transforma em lama sempre que chove, o local está cheio de entulho e embora nós tentemos fazer a nossa parte, limpando, não temos os equipamentos necessários para isso”. Segundo Vinícius, além da orla ainda não concluída, os moradores aguardam a pavimentação de um trecho do bairro.

A vice-presidente da Associação de Moradores, Tatiane Gomes, ainda afirma que o local tornou-se perigoso para os moradores. “O muro foi construído sem nenhum acesso à praia e não tem um guarda-corpo sequer, se alguém cai dali, pode se ferir gravemente”.

O espaço ainda oferece risco aos moradores por não contar com um guarda-corpo. Foto: Leitor

Diante disso, buscamos a Prefeitura para informar o interesse da Associação de Moradores em promover a reunião, questionar o motivo da obra estar parada, qual a previsão de finalização da obra e se há a possibilidade de recursos próprios serem utilizados para a conclusão da obra.

A resposta veio por meio de nota:

“A Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop) informa que já foram iniciadas as obras, com a contrapartida do município, entretanto, como  ainda não houve o repasse federal, a Prefeitura de Guarapari segue aguardando a verba para continuidade das obras”. 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

sebrae-es

Confira dicas para vender no verão e oportunidades de capacitação gratuitas no Sebrae – ES

Além de elencar oportunidades de qualificação, o Sebrae separou dicas valiosas para impulsionar as vendas na alta temporada.

Anchieta

Mapa Covid-19: Anchieta sobe para Risco Alto; Guarapari segue como Moderado

Anúncio

Anúncio

janeiro_roxo

Janeiro Roxo: mês também tem campanha pela conscientização da Hanseníase

Atualmente a doença tem cura e seu tratamento é simples e custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

correios-agencia-guarapari

Agência dos Correios abrirá aos sábados em Guarapari

Além de Guarapari, sete outras agências no estado também terão o atendimento ampliado.

Anúncio

policia-federal

Publicado edital do concurso da PF com 1,5 mil vagas e salário de até R$ 23 mil

As inscrições começam em 22 de janeiro e seguem até 9 de fevereiro; a taxa varia de R$ 180 a R$ 250, conforme o cargo escolhido

sala de aula

Guarapari planeja retornar em fevereiro as aulas da Rede Municipal de Ensino

Anúncio