Anúncio

Guarapari registra 33% de redução no número de homicídios

Por Gessika Avila

Publicado em 29 de março de 2016 às 18:06
Atualizado em 29 de março de 2016 às 18:37
Anúncio

Guarapari apresentou uma redução de 33% do número IMG_20160328_153818571_HDRde homicídios de janeiro a março deste ano, o segundo melhor resultado da Região Integrada de Segurança Pública da Grande Vitória, da qual faz parte e que também engloba os municípios de Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica. Os números se referem ao período de janeiro a março deste ano e são comparados a igual período do ano passado.

Se for considerar o levantamento mensal, Guarapari lidera os bons resultados registrando 50% de redução nos homicídios. Em março no ano passado, a cidade teve oito homicídios contra quatro no mesmo mês deste ano, de acordo com levantamento feito pelo 10º Batalhão da Polícia Militar a pedido do jornal Folha da Cidade.

O índice chega a ser superior ao de toda Região Metropolitana, que apresentou uma redução de 25,8% no número de homicídios. De acordo com o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar em Guarapari, Tenente Coronel Ronaldo Mutz, os bons números são resultado de uma série de ações do programa Estado Presente. “Isso é reflexo do trabalho do governo anterior, que adotou uma política preventiva do crime com atenção na área social, com policiamento qualificado para determinados tipos de crimes”, afirma.

No quesito de crimes contra o patrimônio, o comandante afirma que também houve redução de 58% nos índices, de 31 para 18, de janeiro a março deste ano, se comparado a igual período do ano passado. No que se refere a roubos de veículos, foi registrada uma redução de 50% nas ocorrências, de 14 para 7. O comandante atribui os bons índices ao trabalho realizado pelo Patrulha da Comunidade, que inibe muitos delitos.

Estado em 8º lugar na taxa de assassinatos

Seguindo a mesma tendência na redução nos números da criminalidade nos municípios da Grande Vitória, o Estado, que antes estava entre os cinco com o maior número de homicídios, passou para a 8ª colocação. É o que mostra pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

A Taxa para cada 100 mil habitantes ficou em 41,4, maior do que a média brasileira, de 29,1. A pesquisa é de 2014 e mostra que houve 1.608 homicídios no Estado, contra 59.627 em todo o país.

 

Homicídios – 01 de janeiro a 29 de fevereiro – 2016

Grande Vitória

Vitória – 05 registros – redução de 69% no comparativo com o mesmo período do ano anterior

Cariacica – 20 registros – redução de 50% no comparativo com o mesmo período do ano anterior

Serra – 52 registros – redução de 21% no comparativo com o mesmo período do ano anterior

Guarapari – 04 registros – redução de 20% no comparativo com o mesmo período do ano anterior

Vila Velha – 35 registros – redução de 15% no comparativo com o mesmo período do ano anterior

* Os números apresentados são até fevereiro, porque a Secretaria de Segurança Pública do Estado não forneceu as informações parciais referentes ao mês de março.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

a-producao-anual-do-tuberculo-chega-a-50-mil-toneladas-145827-article

Parceria entre Governo do ES e Sebrae oferta palestra para produtores rurais

A palestra apresenta as redes sociais como alternativa de venda, para incentivar a presença digital de produtores rurais

rebocador

Encontrado corpo do tripulante do rebocador que afundou em Guarapari

O corpo de Eric Barcelos Rangel, de 57 anos, foi localizado no mar de Aracruz, na última segunda-feira

Anúncio
Anúncio
Fabio-Novaes-Sicoob

O que é e o que muda com Pix

nova loja EPA

Nova unidade do supermercado EPA é inaugurada em Guarapari

Anúncio
edital cultura Alfredo Chaves

Alfredo Chaves e Guarapari lançam Edital Emergencial para o setor cultural

Doação sangue Hifa2

HIFA Guarapari cria campanha de doação de sangue entre os funcionários

Por conta da pandemia, a campanha que abrangia a população está suspensa para evitar aglomeração

Anúncio