Anúncio

Hospital e Maternidade Cidade Saúde em Guarapari deve ficar pronto em 2020

Por Aline Couto

Publicado em 6 de julho de 2018 às 10:38
Atualizado em 6 de julho de 2018 às 10:44
Anúncio

A ordem de serviço da construção do Hospital de Guarapari foi assinada ontem (05) com a presença do governador do Estado, Paulo Hartung e outras autoridades políticas

Durante a solenidade de assinatura da ordem de serviço para o início das obras do Hospital e Maternidade Cidade Saúde na tarde de ontem em Guarapari, o prefeito da cidade, Edson Magalhães, colocou o prazo de dois anos para o término da construção e funcionamento do mesmo, que será gerido por uma parceria público-privada.

Segundo Edson, além dos R$ 6 milhões já repassados pelo Governo federal, mais R$ 6 milhões serão liberados ainda este ano para que a obra tenha uma maior rapidez e agilidade no seu término. “Dos 18 milhões prometidos, só vão ficar R$ 6 milhões para os últimos seis meses, em 2020, para a finalização do Hospital”, disse.

O prefeito Edson discursando durante a solenidade. Foto: Pixel/Semcos-PMG.

“As obras começam na próxima segunda-feira (09) e já está tudo preparado e iluminado para iniciar em ritmo acelerado”, acrescentou Edson dizendo que a empresa responsável pela construção contratou 25 funcionários para a obra, mas que esse número pode chegar a 100.

Antes da assinatura de fato, o prefeito discursou sobre a necessidade de um hospital na cidade e exaltou sua própria gestão. “Agora teremos um centro cirúrgico de alta complexidade, a população não vai mais precisar ir a Vitória ou Grande Vitória para ser atendida, teremos um hospital ponta. Só mesmo um grande gestor para fazer gestão em uma situação dessa, só com uma equipe boa e muita responsabilidade”, relatou.

Edson ainda falou que quando assumiu a prefeitura, não havia nem medicamentos e que se não fosse à dependência de outros para avançar, teria mais projetos implantados. “Nós trabalhamos com o compromisso de cuidar bem e dar atenção primária para a população, mas existem as canetas e os holofotes, aqueles que sentam atrás de uma mesa e muitas vezes usam a caneta para enterrar nossos projetos. Eles não sentem na pele, não conduzem e não sabem na prática como é a responsabilidade dos gestores”, pontuou.

No momento da assinatura, várias autoridades políticas, além da representante da Caixa Econômica Federal, assinaram como testemunha. Pelo Governo do Estado, coube ao vice-governador a rubrica.

Anúncio
Anúncio

Veja também

teste coronavírus

Espírito Santo retorna à primeira posição em índice de transparência da Covid-19

O Estado, que é referência em transparência nos dados relativos à doença, voltou a ocupar o primeiro lugar no ranking da Open Knowledge Brasil

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari contabiliza 13 novos casos e mais 2 curados

O município totalizou, hoje (13), 1.337 casos confirmados, desses, 1.017 estão curados

Anúncio
Anúncio
Foto: Divulgação

Trecho da BR 262 no ES será totalmente interditado a partir desta segunda-feira

Segundo DNIT, usuários da via poderão realizar o desvio no município de Alfredo Chaves, desde que em veículos leves

elias gobbi

Aos 87 anos, morador de Guarapari vence o coronavírus

Após 30 dias internado, Elias Gobbi recebeu alta e pôde retornar para casa

Anúncio
ação polícia

Drogas e arma de pressão adulterada são localizadas em Guarapari

homenagem3

Grupos de Guarapari homenageiam mortos pela Covid-19 no município

Os coletivos Guarapari Democracia e Liberdade, Mulheres que Lutam e Sinestesia se uniram e prestaram homenagem as 64 pessoas que morreram pela doença na cidade

Anúncio