Anúncio

Iniciativa dá visibilidade para músicos de Guarapari

Por Sara de Oliveira

Publicado em 14 de dezembro de 2019 às 09:00
Atualizado em 11 de dezembro de 2019 às 16:08
Anúncio

Mensalmente, o evento “No Jardim” promove eventos com apresentações musicais, dando visibilidade para artistas locais.

Eventos anteriores. Fotos: Divulgação.

Com o objetivo de movimentar a cena cultural de Guarapari, uma iniciativa promove noites de música gratuita no município. O evento “No Jardim” realiza mensalmente momentos de apresentações musicais no hostel Villa Virtudes, localizado no centro da cidade. Em um ambiente aconchegante, o projeto também é um espaço de visibilidade para artistas locais, que podem expor o próprio trabalho.

Ton Herrero, idealizador da iniciativa, explica que a ideia surgiu após perceber a necessidade de eventos que priorizassem a música capixaba em Guarapari. O objetivo é oferecer um espaço que proporcione uma diversidade de estilos musicais, para além do sertanejo, que tem crescido recentemente.

Ton Herrero (centro) é o idealizador do projeto.

A partir de uma colaboração com os proprietários do hostel Villa Virtudes, o projeto “No Jardim” ganhou forma e teve a sua primeira edição realizada em outubro. Além da oportunidade de ganhar visibilidade, os músicos que participam do projeto, ganham um portfólio de vídeo com imagens da apresentação. “Nós filmamos todo o evento e depois disponibilizamos o material para que o artista possa usar como divulgação”, explica.

Até então, duas edições foram realizadas, recebendo, ao todo, seis músicos. O evento realizado em novembro, contou com a participação do cantor André Prando, de Vitória, que tem se destacado no cenário capixaba e, recentemente, se apresentou no festival Rock in Rio. “A nossa ideia é trazer sempre um artista de destaque para chamar o público, mas principalmente dar espaço para artistas que estão começando”, enfatiza Ton.

Com uma ideia intimista, o “No Jardim” também tem se tornado um espaço de expressão cultural, onde o público pode ter contato com diversos estilos musicais. “É um local onde a pessoa pode ir só pra ouvir música. Ninguém é obrigado a consumir nada”.

Futuramente, o projeto também promoverá oficinas de arte, cultura e música no município. Ton, que frequentava Guarapari desde a adolescência, sente falta de espaços como esse na cidade. “É preciso promover e explorar esse lado cultural, de forma que beneficie artistas locais, porque isso envolve a sociedade”, argumenta.

A ideia é que o “No Jardim” aconteça durante seis meses no hostel Villa Virtudes e, em seguida, se torne um projeto itinerante, passando por mais estabelecimentos de Guarapari. A previsão é que o próximo evento seja realizado em janeiro de 2020. A data ainda será divulgada.

Confira como foi o último evento:

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Transplante

Moradora de Guarapari realiza transplante após vaquinha, mas não resiste

Taiana fez uma vaquinha online para custear a estadia em São Paulo enquanto aguardava doador para receber um novo coração

drogas Anchieta

Polícia Militar realiza apreensões de drogas em Anchieta e Guarapari

Anúncio
Anúncio
polivalente-obra-pronta

Escola de Guarapari vai ofertar 4ª série opcional em 2021

upaespaçoinaugurado (2)

Pacientes de Guarapari relatam demora na entrega dos resultados de exames para COVID-19

Espera chega a beirar prazo do isolamento indicado para casos confirmados

Anúncio
SAMSUNG CAMERA PICTURES

Centro de Guarapari deve receber rotativo em 2020

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Rotativo distribui orientações de uso aos motoristas de Guarapari

A empresa deve iniciar os trabalhos em até seis meses, e panfletos com orientações foram distribuídos hoje (23)

Anúncio