Anúncio

Instituições do ES não registram óbitos de idosos por Covid-19, pela primeira vez desde abril

Guarapari contabiliza 22 casos da doença entre residentes de Instituições de Longa Permanência

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 8 de outubro de 2020 às 15:00
Atualizado em 9 de outubro de 2020 às 14:25

Anúncio

Foto: Reprodução

O relatório semanal elaborado pelo Centro de Apoio Cível e Defesa da Cidadania (CACC) do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) constatou que, pela primeira vez desde o início do levantamento, em 16 de abril, não foi registrado nenhum óbito decorrente da Covid-19 entre as pessoas idosas residentes em Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) no Espírito Santo. Finalizado no dia 2 de outubro, o boletim indica um total de 906 casos confirmados de Covid-19, incluindo residentes e funcionários que testaram positivo para o novo coronavírus. São mais 9 casos de contaminação entre as pessoas idosas em relação à verificação do dia 25 de setembro.

Desse modo, aumentou para 515 o número de idosos residentes contaminados e para 391 o total de trabalhadores das ILPIs com a Covid-19. O crescimento entre os residentes foi verificado nos municípios de Colatina e Vitória, contabilizando 4 novos casos. Já os 5 novos casos de contaminação de funcionários foram constatados em instituições de Aracruz, Linhares, Marechal Floriano, Serra e Vitória.

As ILPIs de Vila Velha e da Serra registram mais casos de contaminações de idosos e funcionários, com 104 idosos e 94 trabalhadores infectados em Vila Velha. Na Serra, são 85 residentes e 57 funcionários contaminados. As demais cidades com mais idosos com a Covid-19 nas instituições são: Vitória (80 casos), Colatina (32), Alegre (26), Cachoeiro de Itapemirim (23) e Guarapari (22). Vila Velha, Vitória e Serra registram os maiores casos de óbitos de idosos, com 21, 15 e 14 casos, respectivamente.

O CACC possui registro de 94 instituições que respondem ao formulário, divididas em 36 municípios do Estado. Desse total, 17 instituições não reportaram contaminação entre seus usuários ou trabalhadores até o dia 2 de outubro. Nessa data, 2.062 pessoas idosas residiam nesses serviços.

Proteção

O CACC realiza o monitoramento do número de casos suspeitos e confirmados de infecção pelo novo coronavírus entre os residentes e os trabalhadores das instituições de longa permanência, além do número de óbitos das pessoas idosas residentes. A coleta dos dados é feita duas vezes por semana, às segundas e quintas feiras, por meio de um formulário eletrônico enviado às instituições. O objetivo é garantir a adoção das medidas estabelecidas pelos órgãos reguladores como Anvisa, Ministério da Saúde, Ministério da Cidadania, Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) de prevenção e controle da Covid-19 nas pessoas idosas residentes em instituições.

  • Com informações do Ministério Público do Estado do Espírito Santo

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

elcy-nunes-aarao-cover-2

Morre Elcy Nunes Aarão, ex vice-prefeito de Guarapari do início dos anos 90

obras-construcao-civil-sefaz

Espírito Santo é o Estado que mais investiu durante 2021

Informação aparece em relatório divulgado pelo Ministério da Economia

Anúncio

Anúncio

chuva-muquicaba-guarapari-2021-09-01

Mais chuva: Instituto emite novo alerta incluindo Guarapari e região

Instituto Nacional de Meteorologia alerta para o risco de acumulado de chuvas

hospital guarapari

Empresa responsável pela obra do hospital de Guarapari está contratando

Estão sendo ofertadas 11 oportunidades de trabalho

Anúncio

meaipe_arquivo_folha

DER anuncia início do engordamento e revitalização de Meaípe, em Guarapari, nas próximas semanas

casa-decoracao

Anchieta premiará casas com melhor decoração natalina

Serão R$ 10 mil em premiação para as casas com as fachadas mais atraentes nos quesitos criatividade e iluminação

Anúncio