Anúncio

Instituto oferece assistência psicossocial a dependentes químicos em Guarapari

O “Instituto Restauração” existe há cinco anos, desde então, cerca de 400 pessoas já foram ressocializadas

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 15 de maio de 2020 às 12:00
Atualizado em 15 de maio de 2020 às 18:56

Anúncio

Fotos: Arquivo Pessoal

O “Instituto Restauração”, localizado na comunidade urbana de Andana, em Guarapari, oferece assistência à pessoas com distúrbios psíquicos, deficiência mental e dependência química. Ao longo dos cinco anos de existência, cerca de 400 pessoas já foram ressocializadas após realizar o tratamento terapêutico e psiquiátrico oferecido pelo projeto, que se mantém graças a doações. 

Wesley Rangel Alves é psicanalista terapeuta, fundador e atual presidente do “Instituto Restauração”. Segundo ele, o projeto surgiu do desejo de retribuir o que um dia lhe foi oferecido. “Eu vim para Guarapari em 1999 para passar por um processo terapêutico, porque já fui dependente químico. Quando me vi curado, prometi que faria algo para ajudar outras pessoas que passam pela mesma situação, assim que fosse possível”, relata.

À esquerda, Wesley Rangel Alves, ao lado de um aluno do instituto, ao fim do tratamento.

Há cinco anos, os planos de Wesley se concretizaram, com o surgimento da Comunidade Terapêutica Projeto Hebron –  Instituto Restauração”, que auxilia portadores de distúrbios psíquicos, deficiência mental e dependência química por meio da assistência psicossocial. Desde então, aproximadamente 400 pessoas já foram ressocializadas, após concluírem o tratamento oferecido pelo projeto, que alia terapia à psiquiatria. Alguns destes que passaram pela internação, hoje, integram uma equipe de monitores voluntários e ajudam novos internos durante o processo terapêutico. 

O Instituto também recebe pessoas em situação de rua, que não teriam condições financeiras de arcar com o tratamento da dependência química em clínicas particulares. Contudo, Wesley explica que todo o trabalho é desenvolvido de maneira independente, por isso, para que continuem oferecendo o serviço, contam com a colaboração das pessoas. “Nós não recebemos nenhum tipo de apoio governamental ou da iniciativa privada. Para custear os gastos com aluguel, luz e alimentação, contamos com doações. Além disso, as famílias de alguns internos ajudam, de acordo com a possibilidade”. 

O “Instituto Restauração” fica localizado na comunidade urbana de Andana, em Guarapari.

Caso queira colaborar com doações para que o projeto continue oferecendo os serviços ou  deseje realizar o tratamento, entre em contato com “Instituto Restauração”  por meio do Facebook ou ligue para (27) 99577-7843.

Confira, no vídeo abaixo, mais sobre o trabalho desenvolvido pelo Instituto: 

Serviço: 

Foto: Divulgação

Instituto Restauração 

Facebook: https://www.facebook.com/institutorestauracao/

Contato:  (27) 99577-7843

E-mail: [email protected] 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Obras-orla-de-meiape-2021-08-03 (4)

Guarapari: carta aberta cobra respostas em relação a atraso de obra na Orla da Praia de Meaípe

Documento foi protocolado na Prefeitura de Guarapari pela Associação de Moradores do Bairro Meaípe

Tempo Integral ES1

Programa Capixaba incentiva implantação de Tempo Integral em escolas municipais

Anúncio

Anúncio

xepa vacina

Guarapari realiza ações de vacinação contra a Covid-19 e a gripe (Influenza)

As segundas doses de AstraZeneca e Coronavac serão aplicadas na quarta-feira (04) e as da gripe, na quarta e na quinta-feira (05)

revsol1

Parceria entre empresa e prefeitura beneficia estradas e ruas de localidades em Guarapari

A ArcelorMittal doará toneladas de Revsol para o município; as primeiras contempladas serão as localidades de Santa Arinda, Limão e Limãozinho

Anúncio

redução homicídios ES

Sete primeiros meses do ano acumulam redução de 5,7% nos homicídios no Espírito Santo

vacina_covid_guarapari_90

Vacinação Covid-19: Guarapari abre novo agendamento para pessoas acima de 28 anos

Anúncio