Anúncio

“Lei Cidade Limpa” gera preocupação no mercado imobiliário de Guarapari

Por Redacão Folha Vitória

Publicado em 1 de agosto de 2017 às 18:23
Atualizado em 1 de agosto de 2017 às 18:23

Anúncio

A Lei Cidade Limpa, que prevê notificação e multa para quem afixar cartazes, faixas, letreiros e outros tipos de publicidade na cidade está gerando reclamação e indignação de muita gente. Até as placas de vende-se que já fazem parte da paisagem urbana estão na mira da fiscalização.

Preocupados com a situação, corretores de imóveis e representantes da construção civil se reuniram na tarde de hoje com o presidente da Câmara de Vereadores de Guarapari, Wendel Lima, para tentar encontrar uma alternativa que não prejudique o mercado imobiliário da cidade.

Panfleto distribuído pela Fiscalização aos comerciantes da cidade.

“Nós somos inteiramente a favor de uma cidade limpa e organizada, mas as coisas precisam ser conversadas. Os fiscais simplesmente passaram notificando todo mundo, sem uma explicação, dando prazo de dez dias para regularizar. Existem milhares de placas de aluga-se espalhadas pela cidade. Como vamos vender imóveis se não pudermos anunciar?”, explicou Aguinaldo Mozzer, que representou os proprietários de corretoras de imóveis na reunião.

Aguinaldo argumentou que a retirada das placas que ficam nas fachadas dos apartamentos é inviável para os corretores. Eles esperam que a prefeitura reveja este ponto.

Para o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Guarapari (Sindicig), Fernando Otávio Campos da Silva, a reunião foi proveitosa e acredita que a administração vai fazer alterações na Lei.

“É importante deixar claro que somos a favor da organização da cidade. Só que até agora apenas quem trabalha na legalidade foi notificado pela prefeitura e aqueles que não são legalizados vão continuar poluindo a cidade sem serem incomodados. Somos a favor de que todos sejam fiscalizados. O dono de uma pousada por exemplo, que recolhe os tributos e paga seus impostos em dia terá que apagar a publicidade do muro, mas aquele que só deixa um telefone e não informa endereço vai continuar sem ser incomodado. Esta postura precisa ser revista pela prefeitura”, declarou.

O vereador Wendel Lima vai levar as preocupações dos presentes na reunião para a prefeitura. “Inicialmente passará a valer para a limpeza de postes, praças públicas, pontos de ônibus, por meio de ações educativas. Depois, essa Lei será regulamentada por Decreto. Acredito que o diálogo franco e aberto entre a Prefeitura, Câmara e os setores envolvidos será a chave para a convergência de ideias”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

compras_natal_1-770x470

Natal Premiado com R$ 15 mil de premiação em Anchieta

IPVA-2016-Romero

Governo do ES divulga datas para pagamento do IPVA 2022

Anúncio

Anúncio

artigo-antonio-ribeiro-2021-11-26-viatura-policia-militar-pm

Artigo: Polícia Militar fazendo blitz em diversos pontos da cidade saúde

interior view of a steel factory,steel industry in city of China.

Sine de Anchieta tem 132 oportunidades de emprego em aberto para Guarapari e região

Anúncio

Sinal-Vermelho-Arte-AMB-Fonte-cnj.jus_.br_

Artigo: Sinal Vermelho – respeitar a mulher é respeitar a sociedade

vendedor-ambulante-550x367

Guarapari inicia cadastramento de ambulantes nesta segunda (29)

Anúncio