Anúncio

Mãe de Guarapari consegue laudo médico para tratamento do filho com paralisia cerebral fora do ES

Por Aline Couto

Publicado em 3 de fevereiro de 2020 às 11:28
Atualizado em 3 de fevereiro de 2020 às 11:36

Anúncio

Shirlei, mãe de Matheus, agradece a todos pela solidariedade que a fez conseguir um novo tratamento para o filho

Fotos: Arquivo/Pessoal.

A família do pequeno Matheus Betzel, de 8 anos, é só agradecimentos pela solidariedade prestada a criança no final do ano passado. Shirlei do Nascimento, mãe de Matheus que tem paralisia cerebral, embarcou com o filho ontem (02) para Belo Horizonte (BH) para seguir com o tratamento, iniciado no final do ano passado no Rio de Janeiro (RJ) custeado através da venda de uma rifa.

Com o dinheiro arrecadado, Shirlei conseguiu pagar passagem e hospedagem para poder consultar Matheus na unidade carioca da Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação, referência em reabilitação, em busca de melhoria na qualidade de vida do filho. Após as duas idas para exames no RJ, mãe e filho conseguiram continuar o tratamento na unidade da Rede em Belo Horizonte, onde há internação e a mãe poderá acompanhar o filho, com os custos pagos depois de conseguirem um laudo médico provando que esse tipo de tratamento não existe no Espírito Santo.

De acordo com o padrasto de Matheus, João de Jesus Menezes, eles ficarão 15 dias na capital mineira para conhecer a melhor forma de aumentar a qualidade de vida do enteado. “Lá no Rio já passaram que precisamos incentivar a independência de Matheus, como ensiná-lo a tirar e colocar as roupas sozinho. Em BH esse processo irá continuar e vão ser mostradas formas de aplicar isso em casa. Também estão avaliando para colocar ele em pé e andar sozinho através de um aparelho, trabalhando o fortalecimento desta região. Hoje ele só faz isso quando alguém está segurando”.

Matheus sendo avaliado na Rede Sarah em BH.

Na ocasião da primeira ida de mãe e filho para o Rio de Janeiro, Shirlei contou da expectativa do que estava por vir. “A Rede Sarah tem todos os recursos que podem ajudar o Matheus a realizar o sonho dele. Ele me pede para andar, correr e jogar futebol… Nossa expectativa é que ele passe a andar, mas estaremos felizes e agradecidos por qualquer progresso que ele possa fazer”.

Hoje, ela aproveitou para alertar outras mães, que assim como ela batalham pela saúde do filho, para não desistirem. “Eu recebi muitos “não” e críticas. Mas não desisti. Agora estou no melhor lugar de reabilitação para meu filho. E digo, vale a pena lutar porque nós podemos”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

74-mapa-de-risco-covid-19-1

Governo do Espírito Santo divulga 74º Mapa de Risco Covid-19

amarelo-setembro-2021-09-24

Ação em Guarapari busca conscientizar sobre importância da saúde mental

Ação acontece neste sábado (25), no Centro da cidade

Anúncio

Anúncio

Foto: Reprodução/Pixabay

Câmara derruba veto e promulga lei contra nomeação de condenados por violência contra a mulher em Guarapari

Pfizer-COVID-19-Vacine

Ação de vacinação gera dúvidas; prefeitura de Guarapari esclarece

Anúncio

filhos procuram pai21

Sem encontrar o pai há mais de 30 anos, filha busca notícias em Guarapari

A família morava no município até a separação do casal; a mãe foi com os filhos para o Rio de Janeiro

pfizer

Pfizer: Guarapari faz ação com 12 mil doses para imunizar diversos grupos contra Covid-19

Imunização acontece amanhã (25) em Unidades de Saúde do município

Anúncio