Anúncio

Mais com menos

Por Natália Zandomingo

Publicado em 11 de maio de 2016 às 17:38
Atualizado em 11 de maio de 2016 às 17:38

Anúncio

O que não faltam são bons exemplos de pessoas que se dedicam com um único objetivo: trazer benefícios para a coletividade. E por que não tornar o que possui preços altos, mais acessíveis através da solidariedade?

Essa ideia se concretizou com o projeto “FabLab, faça você mesmo”, série apresentada ao Brasil através de um programa de rede nacional, o Fantástico. As reportagens exibidas foram inspiradas nos laboratórios de fabricação digital americanos, os FabLabs.

Essa tendência americana está se difundindo e já existem cerca de 500 fablabs pelo planeta. Para adaptar a ideia à realidade brasileira, o FabLab Garagem, de São Paulo, que está entre os 15 existentes em nosso país, mostra e ajuda pessoas a tornar ideia em realidade de forma mais barata, como próteses humanas feitas com materiais recicláveis através de impressoras 3D. A prótese foi destinada para um menino de oito anos de idade, que nasceu sem a mão direita.

Outra opção para tirar as ideias do papel de forma independente são os sites coletivos destinados para financiar projetos, chamados Crowdfunding. O sistema consiste no financiamento de projetos por parte das pessoas (cidadãos comuns e interessados na causa).

Essa nova plataforma surgiu na música, onde os fãs podiam comprar o ingresso antes do show ser confirmado ou o CD antes do lançamento. Essas “recompensas” foram adaptadas e o crowdfunding se expandiu. Alguns exemplos são os setores de pesquisas, protótipos, filmes, ensaios fotográficos e capitalização de empresas. No Brasil, existem diversos sites, como Catarce, Kickante, Vakinha, Benfeitoria, entre outros.

O processo é simples, alguém apresenta um projeto e oferece recompensas. Este projeto tem um tempo para acabar, no fim do prazo, caso o objetivo seja alcançado, as pessoas que apoiaram recebem suas recompensas, caso negativo, o dinheiro é devolvido às pessoas.

Com ferramentas como essas, o que não pode mais acontecer são argumentos de que sem dinheiro ou sem ideia não dá para desenvolver um projeto ou que não sabe como fazer a diferença no mundo. Já que, caso você tenha um projeto em mente, basta procurar um FabLab mais próximo ou se não tem ideias em mente, pode buscar ideias que vão de encontro às suas ideologias em um site de crowdfunding.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

coronavac-instituto-butantan

Guarapari abre novo agendamento de segunda dose da Coronavac para profissionais da saúde

?

Anchieta promove 1º Mostra Cultural Aldir Blanc com apresentações on-line

Anúncio

Anúncio

temporada_de_inverno-es-2021-06-24

Governo do Estado entrega site sobre turismo capixaba, oficinas e novo circuito turístico

Setur lançou um conjunto de oficinas para o setor de turismo

situacao_de_rua_2021-06-23

Situação de Rua: o que pensam organizações de Guarapari que trabalham com essa população

Em Guarapari, parte da população têm notado um aumento de pessoas que encaram essa condição

Anúncio

Capacetes Elmo

Espírito Santo recebe doação de 158 capacetes ELMOs para pacientes com Covid-19

xepa vacina

Governo do Estado cria regras para “xepa” das vacinas nas cidades do ES

Orientação da Sesa é que as doses excedentes sejam utilizadas em quem pertence ao grupo contemplado ou para as pessoas da faixa etária seguinte

Anúncio