Anúncio

Manifestação pede reabertura dos comércios em Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 27 de março de 2020 às 10:16
Atualizado em 27 de março de 2020 às 12:46
Anúncio

Comerciantes de Guarapari entregarão um manifesto na prefeitura pedindo ajuda ao órgão para a reabertura dos estabelecimentos na cidade

Foto: Arquivo Folha.

Uma carreata está sendo organizada por comerciantes de Guarapari com o objetivo de solicitar ajuda da prefeitura municipal junto ao Governo do Estado para que haja revisão do decreto estadual a respeito do fechamento dos comércios na cidade. De acordo com Sabrina Carsi, comerciante local, não é correto que as pessoas continuem improdutivas em casa se o grupo de risco, idosos, segue frequentando a rua. “Temos que pagar contas e colocar comida em casa. A ajuda anunciada pelo governo de R$ 600 não dá conta de pagar água, luz, IPTU e ainda comprar alimentos. É necessário reabrir o comércio com pelo menos 40 % da capacidade para conseguirmos manter nossas despesas”.

“Temos consciência da pandemia e da importância da higienização de tudo. Vamos fazer da forma correta e com o maior cuidado. O que não podemos é seguir em casa sem nenhuma renda”, pontuou a comerciante.

Sabrina contou que a intenção é reunir o maior número de pessoas na carreata para chamar a atenção do poder público. “Como nosso movimento vai acontecer a noite, entregaremos o documento para a prefeitura com a solicitação na segunda-feira (30) de manhã”.

A carreata irá sair do Posto BR, hoje (27) as 16h, no bairro Aeroporto e percorrer Muquiçaba, Centro e Praia do Morro até a prefeitura.

Prefeitura de Guarapari

Após a divulgação da carreata nas redes sociais, o órgão enviou uma nota de esclarecimento onde diz que o fechamento do comércio é uma orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), para que seja realizada a prática do isolamento social e com isso evitar a aglomeração de pessoas com o objetivo de conter a pandemia do coronavírus. A nota segue dizendo que o município está seguindo determinações do Governo do Estado onde somente os serviços básicos devem ser mantidos em funcionamento como, farmácias e supermercados.

Câmara dos Dirigentes Lojistas de Guarapari – CDL

A CDL também enviou um comunicado referente a manifestação desta noite. Segundo o documento, embora extremas, as medidas adotadas pelo Governo Estadual, para o enfretamento da emergência em saúde pública decorrente da pandemia do novo coronavírus, devem ser seguidas. Segundo o documento, a CDL Guarapari e o Sindilojas Guarapari juntamente com a Prefeitura Municipal de Guarapari, estão buscando o entendimento para que o decreto do Governo do Estado, seja flexibilizado, mas no momento o decreto está vigente e precisa ser cumprido.

O empresário que descumprir a medida de suspensão, mantendo o funcionamento normal do seu estabelecimento comercial, pode estar sujeito a sanções pecuniário (multa), administrativa (interdição do estabelecimento) e criminal (infração de medida sanitária preventiva)”, diz parte do comunicado.

Comunicado

Anúncio
Anúncio

Veja também

corona

Guarapari deve ser classificado com risco “Alto” em Mapa de Gestão da Covid-19 amanhã (06)

O Mapa de Gestão de Risco atualizado será divulgado nesse sábado (06) pelo Governo do Estado, contudo, prévia exibida hoje (05) por Renato Casagrande durante coletiva de imprensa classificava o município desse modo

coronavírus-550x309-1

Coronavírus: Guarapari registra 20 novos casos; 11 pacientes estão hospitalizados

Ao todo, o município contabiliza 326 casos confirmados da Covid-19

Anúncio
Anúncio
gente pensando

Instrutor de Guarapari promove torneio online de xadrez e alcança participantes de 5 países

Claudio Ferreira promove competições presenciais de xadrez há mais de 15 anos e, com a pandemia, viu na plataforma online uma alternativa para continuar realizando torneios

comercio1-550x309

Covid-19: Decreto oficializa medidas restritivas em Guarapari

Saiba como funcionará o comércio a partir deste sábado (06) até o dia 14 de junho

Obra sede prefeitura4

Obras da nova sede da Prefeitura de Guarapari causam transtornos a morador

Manilha Setiba

Guarapari: Moradores de Setiba reclamam de ruas alagadas no bairro