Anúncio

Mercado Imobiliário de Guarapari registra venda de 30% do estoque no 1º trimestre do ano

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 23 de abril de 2019 às 11:04
Atualizado em 24 de abril de 2019 às 17:19
Anúncio

O dado é resultado de um levantamento feito pela House Desenvolvimento Imobiliário* com base nos estoques das principais construtoras da cidade.

Av. Joaquim da Silva Lima, no Centro: Um lançamento em 2018 e outros dois previstos até o final de 2019. Foto: Hamilton Garcia

Recentemente, a House Desenvolvimento Imobiliário realizou um estudo do estoque das dez maiores construtoras de Guarapari. A pesquisa revelou que mais de 30% dos imóveis disponíveis à venda por essas empresas foram comercializados apenas no primeiro trimestre deste ano. “O objetivo desse levantamento é abastecer o setor com dados técnicos que beneficiam clientes, imobiliárias e construtoras. Um mercado com dados consolidados estimula lançamentos, traz segurança para o cliente e aumenta a confiança dos empresários”, explicou Victor Vieira, sócio da House Desenvolvimento Imobiliário e Gestor Comercial da Mocelin Engenharia.

Victor Vieira

Trata-se de um estudo inédito na cidade e o resultado é reflexo de um cenário econômico mais favorável, com redução da taxa básica de juros, somado a uma demanda reprimida dos últimos anos. A pesquisa e a divulgação de informações objetivam, ainda, contribuir para otimizar a jornada de compra de uma unidade imobiliária. Atualmente, o tempo médio de venda de um imóvel no Brasil é de 460 dias**.

Para efeito de comparação, no mercado imobiliário americano, esse período entre a disponibilidade do imóvel para a venda e a conclusão do negócio é de aproximadamente três meses (120 dias). Parte da demora nessa jornada de compra do brasileiro pode ser creditada às divergências nas principais informações, CLV – característica, localização e valor – do imóvel, fazendo com que o ativo perca liquidez (características de velocidade e facilidade com as quais um ativo pode ser convertido em caixa). “Isso prejudica o investidor que leva em consideração esse tempo numa proposta e também aquele que simplesmente precisa vender um imóvel, o qual acaba reduzindo o valor de mercado na tentativa de ter o dinheiro em mãos em curto prazo”.

Guarapari é privilegiada por abrigar construtoras sólidas, há muito tempo no mercado, pouco alavancadas com financiamentos à produção, e que priorizam a entrega no prazo. Há algumas semanas, uma construtora de fora da cidade foi multada pelo Procon Municipal por não entregar o empreendimento no tempo acordado, o que é difícil analisando-se as construtoras locais. Nesse contexto, a House Desenvolvimento Imobiliário, especialista do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, trabalha na elaboração de estratégias comerciais, marketing e vendas, além de desenvolvimento de novos produtos. Só no ano de 2018, comercializou mais de 100 imóveis.

* Trimestralmente, a House Desenvolvimento Imobiliário apresentará informações sobre o Mercado Imobiliário de Guarapari. www.houseimoveis.imb.br

** Fonte: Zap/Viva Real

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

coronavírus-550x309-1

Covid-19: 169 pessoas são consideradas doentes em Guarapari

IMAGEM PARA COMPOR O ARTIGO

Artigo: Acordos extrajudiciais trabalhistas em tempo de pandemia

Anúncio
Anúncio
WhatsApp Image 2020-10-05 at 18.57.20

Casal de Guarapari faz sucesso com artesanatos esculpidos em madeira

Angélica Paixao Escola (1)

Escola de Guarapari cria o ‘Clube de Leitura Virtual’

Anúncio
anchieta 2

Anchieta passa para categoria “Baixo” em 28º Mapa de Risco para Covid-19

bf569277-2023-4ee7-a03d-d1fb0d222d70

Morre aos 91 anos Afrodísio Gomes, policial militar mais antigo de Guarapari

O enterro ocorreu nesta tarde (23) e contou com a presença de diversos membros da Polícia Militar, que prestaram homenagens

Anúncio