Anúncio

Ministério da Saúde compra vacinas contra Hepatite A, difteria, tétano e coqueluche

Por Hamilton Garcia

Publicado em 19 de julho de 2016 às 09:36
Atualizado em 19 de julho de 2016 às 10:10

Anúncio

vacina153098945O Ministério da Saúde adquiriu do Instituto Butantan, 6,5 milhões de doses das vacinas contra Hepatite A e dTpa, que protegem da difteria, tétano e coqueluche. O contrato foi assinado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, na última segunda-feira (18), em visita à sede do instituto, em São Paulo.

Ao todo, a compra custou mais de R$ 375,6 milhões. De acordo com o Ministério, o objetivo é assegurar o abastecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). As doses serão distribuídas no segundo semestre.

A vacina DTPa protege contra difteria, tétano e coqueluche e é ofertada no Calendário Nacional de Vacinação às gestantes e profissionais de saúde. Dessa forma, o Ministério da Saúde busca reduzir a incidência e mortalidade causada pela doença entre os recém-nascidos. A recomendação do Ministério é para aplicação da dose entre as 27ª e a 36ª semanas de gestação, período que gera maior proteção para a criança, com efetividade estimada em 91%. Entretanto, a dose também pode ser administrada até, no máximo, 20 dias antes da data provável do parto. Já a vacina contra Hepatite A é aplicada em crianças de 15 meses, em dose única.

Com informações da Agência Saúde.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

projeto-escola-rural-2021-09-21-1

Escola Rural de Guarapari trabalha impacto da Educação Física para outras matérias e para a vida

Trabalho envolve professores de diversas matérias e incentiva inclusão e disciplina

ondas

Previsão de ondas de até 5 metros e ventos que podem chegar a 75 km/h no ES

Anúncio

Anúncio

vacina pfizer crianças

ES espera aval da Anvisa para vacinar crianças a partir de 3 anos contra Covid-19

O secretário de Saúde afirmou que a expectativa do governo é que a Sinovac e a Pfizer apresentem a documentação necessária para liberação da vacinação desse público até dezembro

vacinação adolecente

Guarapari vacinará adolescentes a partir dos 12 anos; o agendamento acontece hoje (21)

Anúncio

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Bairros de Guarapari terão abastecimento de água paralisado nessa terça-feira (21)

Meninos Adalberto (2)

Projeto social que acolhe crianças e adolescentes precisa de apoio em Guarapari

Anúncio