Anúncio

Ministro assina convênio milionário para obra do Hospital Cidade Saúde

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 20 de dezembro de 2017 às 19:13
Atualizado em 20 de dezembro de 2017 às 21:59
Anúncio

por Larissa Castro

Foi na tarde de hoje (20) que os moradores de Guarapari puderam voltar a sonhar com um hospital de qualidade. A cerimônia que reuniu o ministro da Saúde, Ricardo Barros, o prefeito municipal, Edson Magalhães e outras autoridades representantes do governo estadual e federal, deu início em mais uma etapa da obra do Hospital Maternidade Cidade Saúde que desde 2011 não é finalizada e não estava em andamento. Desta vez, o recurso total resulta em um valor de R$30 milhões.

O Hospital e Maternidade Cidade Saúde vai atender Guarapari e região.

Ainda sem ter passado pelo processo de licitação, os políticos presentes estipularam o prazo de dois anos para a conclusão da obra que, segundo o projeto atual, contempla 03 pavimentos e 01 heliponto na cobertura sendo a área total de construção de 8.678,72 4m². Além de oferecer 143 leitos, sendo 100 leitos de internação, 40 leitos UTI assim distribuídos 04 leitos de UTIN, 04 leitos de UcinCO, 02 leitos de UcinCA,10 leitos de UTI pediátrica, 20 leitos de UTI adulto, que vai atender aos moradores de Guarapari e cidades vizinhas.

“Dos R$ 18 milhões  federal, nós já enviamos R$ 6 milhões assinados pelo governo, para dar início a licitação, e em breve teremos o hospital aqui na cidade saúde. Este que é  importante para Guarapari e toda região ter uma melhor qualidade de vida. A iniciativa partiu de um empenho grande de toda bancada federal do Espírito Santo, deputados e senadores que têm priorizado a saúde para o Estado. O governo vai ajudar no custeio, junto com os municípios vizinhos que foram chamados para fazer parte do consórcio de manutenção. O trabalho é caro, mas necessário para melhorar a saúde da população”, explica Ricardo Barros, atual ministro da Saúde pelo governo Temer.

A cerimônia reuniu políticos estaduais e federais, além de outras autoridades.

Além de liberar mais da metade do valor orçado para a obra do Hospital, o ministro enfatizou que, se preciso, o governo federal estará disposto em ajudar com a manutenção. “Nós tivemos uma economia de R$4,5 bilhões, e saúde é algo fundamental para todos. Aprovamos a atual quantia, porém mais importante do que construir, é manter. E se preciso, iremos enviar mais recursos para isso”, finaliza Barros.

Durante a cerimônia, o prefeito, Edson Magalhães não mediu esforços para agradecer o apoio do deputado federal Marcus Vicente em conquistar algo de importância para Guarapari. “Esta é a maior obra de nossa história. Felizmente chegou o grande dia da realização de um sonho. Estamos retornando ao início da obra, e este momento é para ser celebrado. O trabalho do deputado junto ao governo estadual e federal foi de extrema importância e hoje, com  certeza, o Espírito Santo faz a diferença no Brasil. O trabalho do atual governador também pode ser destacado, pois o Estado é referência para o país”.

A previsão é de que em dois anos o Hospital e Maternidade Cidade Saúde fique pronto.

Ainda em um momento de reconhecimento ao governo estadual, Edson ressaltou que a realidade atual da saúde capixaba, não é um problema de administração. “Nós vivemos perto de outros estados que passam por uma situação difícil como a Bahia, Rio  de Janeiro e até Minas Gerais, por isso a demanda nos hospitais do Espírito Santo, que é o Estado mais próximo, aumenta. Já tivemos casos de pacientes que aguardaram cerca de 12 dias no Pronto Atendimento, por falta de uma vaga. O governador Paulo Hartung tem feito um excelente trabalho na área da saúde, ampliando as suas unidades e serviços. Mas daqui a dois anos, quando tivermos esse hospital, iremos fazer uma gestão inteligente para que todos possam desfrutar do Hospital e Maternidade Cidade Saúde”, comemora o chefe do Executivo.

Prefeito Edson Magalhães e o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

As autoridades que também compuseram a mesa foi o vice- governador César Colnago, o deputado estadual Carlos Manato, o senador Ricardo Ferraço e a superintendente da região sul da Caixa Econômica, Margareth Ribeiro, que irá fiscalizar o dinheiro investido. Durante o evento o prefeito de Domingos Martins e o vice-prefeito de Cachoeiro foram convidados à mesa.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra mais dois óbitos e totaliza 306 casos confirmados

Com isso, Guarapari totaliza 16 óbitos; 170 pacientes estão curados da Covid-19

lorenzuttti

Liminar: Guarapari deve apurar se houve desequilíbrio contratual com a Lorenzutti

A decisão foi baseada nas medidas tomadas pelo município diante da pandemia da Covid-19, que impactaram negativamente a economia da empresa

Anúncio
Anúncio
Foto: Divulgação

Polícias Civil e Militar prendem autores de homicídios e realizam apreensão de drogas em Anchieta

A operação intitulada “Pitoco Assassino” cumpriu 10 mandados de prisão e foi concluída com sucesso graças ao trabalho integrado das polícias capixabas; Operação Sentinela apreende drogas, arma e munição

sala de aula1

Guarapari irá disponibilizar atividades não presenciais para alunos do município

Caberá aos professores, o apoio remoto aos alunos e às famílias na orientação e realização das tarefas

Anúncio
Imagem: HM Propaganda

Novo folhaonline.es bate primeiro recorde de acessos simultâneos

A plataforma manteve a estabilidade com quase mil usuários ativos ao mesmo tempo

subsecretario ES

‘Em algum momento será esgotado’, diz subsecretário sobre expansão dos leitos para Covid-19 no ES

Reblin afirmou ainda que a necessidade de expansão está associada a capacidade de distanciamento social no estado