Anúncio

Mobilização de professores faz pauta cair na Câmara

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 26 de janeiro de 2018 às 11:33
Atualizado em 26 de janeiro de 2018 às 11:48

Anúncio

por Aline Couto

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Espírito Santo (Sindiupes) conquistou, através da mobilização dos professores, a queda da pauta sobre o Projeto de Lei 004/2018, que pedia a redução de férias dos profissionais da educação do município de 45 dias para 30. Hoje (26) pela manhã, com o plenário lotado, o presidente da Câmara Municipal de Guarapari, Wendel Lima, leu o Ofício enviado ontem (25) pelo prefeito Edson Magalhães, solicitando a retirada da pauta da Sessão Extraordinária.

Ofício enviado a Câmara dos vereadores e a convocação da mobilização. Foto: Aline Couto.

De acordo com Wendel, o prefeito decidiu aguardar o retorno do recesso parlamentar para a administração dialogar com o representante da categoria dos professores. “Antes disso não haverá votação. Acredito que o Projeto não iria passar por esta Casa sem o devido diálogo, sem uma conversa entre os interessados”.

O vereador Rogério Zanon não é da mesma opinião do presidente da Câmara. “Não acredito na “bondade” da retirada desta pauta, acho que se a matéria fosse votada hoje, talvez seria aprovada pela Câmara”.

A professora Cláudia Rodrigues, 43, atuante há pelo menos 17 anos no magistério, se diz indignada com esse Projeto e mesmo com a não votação, se sente prejudicada com a possibilidade da retirada dos direitos dos profissionais da educação. “É triste perceber que direitos adquiridos ao longo de anos de lutas e reivindicações da categoria têm a possibilidade de serem perdidos”, desabafa a professora que leciona na Escola Municipal Ignez Massad Cola (EMEF).

Adriano Albertino da Vitória, diretor do Sindiupes faz coro com a professora. “Nós temos o hábito de acompanhar as pautas da Câmara, temos um grupo monitorando. Quando vimos sobre o Projeto, logo iniciamos as medidas cabíveis com ofícios para a Câmara e para a Prefeitura. Não existe audiência sem diálogo, a votação nas férias dos professores fere nossos direitos. Mobilizamos-nos e levamos o assunto aos vereadores, eles encaminharam ao Chefe do Executivo, que fez a retirada da votação”.

“O executivo em tempo hábil viu o erro e corrigiu. Somos humanos e passíveis de erros. Nossos professores são a base para uma educação de qualidade e eles merecem apenas acréscimos e valorização”, discursou o vereador Dito Xaréu durante a sessão.

Entenda o Projeto de Lei: PL42018

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

Edital-de-Convocacao-Risa

RISA – Edital de Convocação

pp

Rifa arrecada recursos para manter tratamento de criança de Guarapari

Hoje com 1 ano e 5 meses, a pequena Aruna nasceu com Síndrome de Edwards

Anúncio

Anúncio

Turismo em Guarapari tem expectativa de 50% de retomada neste ano

Representantes do setor turístico acreditam que a vacinação contra a Covid avançando, o setor tende a retomar os números positivos a partir do segundo semestre deste ano

jardineiro-vaga-sine-anchieta-2021-06-24

Sine de Anchieta tem 34 vagas com 25 oportunidades para moradores de Guarapari

Anúncio

coronavac-instituto-butantan

Guarapari abre novo agendamento de segunda dose da Coronavac para profissionais da saúde

?

Anchieta promove 1º Mostra Cultural Aldir Blanc com apresentações on-line

Anúncio