Anúncio

Moradora de Anchieta consegue na justiça medicamento para doença rara

Por Aline Couto

Publicado em 14 de agosto de 2019 às 11:08
Atualizado em 14 de agosto de 2019 às 11:08
Anúncio

O remédio é registrado na Anvisa e é o único tratamento para a doença de Rathburn ou hipofosfatasia (hpp), diagnosticada na moradora

Foto: Reprodução.

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Espírito Santo – TJES julgou o recurso do Estado e confirmou a decisão do juiz da 1ª Vara de Anchieta que deferiu uma tutela de urgência e determinou que seja fornecido a uma moradora da cidade, portadora de hipofosfatasia (HPP) ou doença de Rathburn, o medicamento Strensig (alta asfotase).

Segundo a decisão, o laudo médico sobre a doença confirma ser indispensável a necessidade da medicação, pois a doença é rara e grave, e a autora não tem condições financeiras para adquiri-la. Se a doença não for tratada, pode provocar enfraquecimento dos ossos, com aparecimento de fraturas em diversas regiões, dor debilitante crônica, fraqueza muscular, complicações renais e respiratórias, inclusive com risco de vida.

Ainda segundo informações dos autos, a Anvisa aprovou, em 17/07/2017, o registro do medicamento, que é composto pela enzima de reposição (alta-asfotase), como sendo o único tratamento, até então, capaz de reduzir os níveis de substrato da enzima defeituosa que ocasiona a inibição da mineralização dos ossos. Não existem outras drogas dentro do sistema único de saúde (SUS) brasileiro ou em outros países com a mesma ação.

*Com informações: Tribunal de Justiça do Espírito Santo

Anúncio
Anúncio

Veja também

Capa

Atleta de Guarapari é contratado por time europeu

O goleiro Thiago Correia aguarda o fim da pandemia para viajar para a Polônia

Foto: Reprodução

Prefeitura de Guarapari anuncia Orçamento Participativo Municipal

O objetivo da medida é fazer com que a população exerça seu papel de cidadão, influenciando o destino de recursos públicos

Anúncio
Anúncio
Foto: Antônio Ribeiro

Qual praça de Guarapari o povo gostaria que fosse reformada?

Foto: Reprodução

Coronavírus: Guarapari registra mais três mortes e ultrapassa os 1.300 casos

A cidade totaliza 1.312 casos confirmados e 64 óbitos pela Covid-19

Anúncio
Imagem Ilustrativa | Foto: Reprodução

Artigo: Em tempos de pandemia, é possível reduzir a pensão alimentícia?

Renato Casagrande. Foto: Divulgação / Rodrigo Araujo

Governo do ES divulga atualização do Mapa de Gestão de Risco da Covid-19

O novo mapa, que terá vigência a partir de segunda-feira (13), classifica 41 municípios capixabas com risco “Alto” e 37 com risco “Moderado”

Anúncio