Anúncio

Moradores de Guarapari se mobilizam para ajudar famílias atingidas pela chuva

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 23 de maio de 2019 às 16:28
Atualizado em 23 de maio de 2019 às 16:45
Anúncio

Uma das residências se trata da casa do garçom Fernando Virgílio, conhecido como Hebinho, que foi alagada com a chuva do último final de semana, fazendo com que a família perdesse os móveis.

De acordo com o morador da residência em Olaria, a casa começou a encher durante a noite. Fotos: Arquivo Pessoal.

Uma iniciativa de moradores de Guarapari pretende ajudar famílias dos bairros Olaria e Camurugi, que tiveram a casa inundada pela chuva que atingiu o município no último final de semana. O objetivo da ação é possibilitar que as famílias recuperem o que foi perdido. Os interessados em ajudar podem entrar em contato por telefone.

Soraia Marracini, mobilizadora da iniciativa, disse que a arrecadação foi a primeira reação tomada juntamente com a filha, quando souberam da situação. “Eles nos mandaram fotos e vídeos da casa cheia de água e nós ficamos desesperadas. Então começamos a nos organizar e a divulgar a campanha nas redes sociais para tentar ajudar essas famílias”, destacou.

Fernando Virgílio, garçom conhecido como Hebinho, é morador da residência de Olaria e contou que a casa começou a alagar durante a noite, enquanto ele e a esposa estavam dormindo. “Nós levantamos de madrugada e, quando minha esposa colocou o pé no chão, ela começou a gritar, porque a água já estava acima do tornozelo”, relatou.

Fernando explicou que a água entrou pelo piso e pelo vaso do banheiro.

De acordo com Fernando, eles não estavam preparados. “O pior de tudo é que os móveis estavam todos no chão, porque nós não esperávamos que a casa fosse inundada. Só que o volume foi tão grande, que a água foi entrando pelo piso e pelo vaso do banheiro”, contou. O garçom relatou que o momento foi desesperador. “Minha esposa passou mal, começou a chorar. Eu tentei acalma-la, até porque ela tem problemas cardíacos. Expliquei pra ela que bens materiais a gente pode comprar depois”, disse.

Fernando explicou que, neste momento, a prioridade são materiais de construção para que ele possa elevar a estrutura da casa e não ocorram mais alagamentos. “Toda ajuda é bem vinda, mas se eu não fizer essa obra, quando chover de novo vai acontecer a mesma coisa e vamos perder tudo mais uma vez”, declarou.

Segundo o garçom, a campanha realizada para ajuda-los é uma prova da humanidade das pessoas. “Graças a Deus tem gente se mobilizando. É um ato maravilhoso, ficamos muito emocionados de saber que as pessoas se preocupam conosco”, enfatizou.

Soraia destacou a importância da realização de ações em conjunto em um momento como esse. “Eu acho que é o básico que a gente pode fazer. Porque se a gente não se juntar para tentar amenizar essa situação, o que nós somos? Nós não somos nada”, concluiu.

Além do Hebinho, a ação também pretende ajudar uma família do bairro Camurugi que foi atingida por um deslizamento causado pela chuva.

Telefones para contato:

Adrini Marracini – 99829-1294
Fernando Virgílio (Hebinho) – 99923-7021

Texto: Sara de Oliveira

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Santuário

Santuário São José de Anchieta: novos serviços garantirão uso sustentável do monumento

corona

Guarapari registra mais 28 casos do novo Coronavírus

Anúncio
Anúncio
Litoral Sul capixaba é destaque na prestação de serviços industriais

Litoral Sul capixaba é destaque na prestação de serviços industriais

la vie (2)

Guarapari: universitária abraça sonho e troca engenharia por culinária

A estudante trabalha de forma individual e possui planos para expandir o próprio negócio alimentício

Anúncio
WhatsApp Image 2020-10-20 at 13.14.58

Indústria familiar de pães e bolos é exemplo de sucesso em Alfredo Chaves

guarapari

Mudança no hábito dos mineiros: Não trazer carne x Levar peixe!

Anúncio