Anúncio

Moradores de Guarapari sofrem com falta d’água

Por Carolina Brasil

Publicado em 2 de janeiro de 2020 às 12:23
Atualizado em 2 de janeiro de 2020 às 12:27
Anúncio

A comunidade teme que essa seja a realidade durante todo o verão

A louça se acumula enquanto as torneiras estão secas. Foto e vídeo: Leitor

Moradores do bairro Elza Nader, em Guarapari, reclamam de falta d’água há três dias. De acordo com Rodrigo Santos, líder comunitário, o problema atinge diversos moradores da comunidade. “Estamos passando a maior parte do tempo sem água e, quando chega à torneira, é fraca. É triste um trabalhador não poder tomar um banho depois de um dia de serviço, não ter como lavar a roupa, a louça”. Segundo ele, já entrou em contato e aguarda uma posição da empresa.

Rodrigo e as pessoas que ele representa temem que o antigo problema de desabastecimento com a chegada do verão volte a se repetir. “Há cerca de cinco anos mostramos nossa indignação e se for preciso, voltaremos a nos manifestar. Todos sabem que Guarapari recebe milhares de pessoas durante a alta temporada, não é uma surpresa. Depois de anos sem passar por esse transtorno será que vamos voltar a sofrer?”, indagou. Um vídeo foi gravado mostrando o problema:

Procuramos a Cesan (Companhia Espírito-Santense de Saneamento) questionando se já teria conhecimento da situação, qual seria o motivo do problema no bairro, previsão de solução e se seria um caso pontual ou se teria relação com a alta temporada e o aumento de pessoas na cidade, um indício de que o desabastecimento em alguns bairros no verão poderia voltar a ocorrer.

Em nota, a empresa respondeu que tomou todas as medidas necessárias para garantir o fornecimento de água e que as estações de tratamento, bombeamento e reservatórios funcionam com capacidade total. A Cesan informou ainda que está complementando o abastecimento com carros pipa, mas não deixou claro se esse seria o caso do bairro Elza Nader, em Guarapari.

Ainda em resposta essa demanda, a Cesan enfatizou que o consumo de água está muito elevado e que moradores e turistas devem economizar. “Nesse período a população pode chegar a seis vezes o número de moradores nos balneários e como os sistemas de abastecimento de água são bens coletivos, o excesso de consumo pode provocar casos pontuais de falta d´água. Além disso, alguns imóveis são alugados e passam a abrigar um número de pessoas muito acima do que foram projetados. Nesses casos, os reservatórios desses imóveis esvaziam-se rapidamente”.

Para finalizar, a orientação da empresa é que, em caso de falta d’água, os moradores devem acionar a Cesan pelo telefone 115. Técnicos atendem todos os pedidos de verificação de abastecimento. A chamada é gratuita e o atendimento funciona 24 horas.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

108319221_agencia-brasil_carteiradetrabalho

Sine Anchieta anuncia mais de 140 oportunidades com vagas para Guarapari

PROCESSO-SELETIVO-PARA-MEDICOS-ROLIM

Guarapari abre processo seletivo para assistente social e auxiliar de serviços gerais

Há também oportunidades para coordenador e cuidador

Anúncio
Anúncio
Transplante

Aguardando um novo coração, moradora de Guarapari precisa de ajuda com os custos da viagem

Taiana está como prioridade na lista do transplante de coração em São Paulo e fez uma vaquinha online para custear a estadia na cidade enquanto aguarda um doador

camara-2-550x482

CPI dos Shows tem nova reunião marcada para esta manhã (24) em Guarapari

Anúncio
Foto: Reprodução

Mais 75 casos da Covid-19 são notificados em Guarapari

Com isso, a cidade totaliza 10.682 notificações; 3.324 casos estão confirmados

antonio capa

Guarapari: Família pede doações de sangue para idoso de 81 anos que está na UTI

Renato Antônio Massad Vieira foi internado ontem (22) e, com a escassez de sangue nos bancos, precisa de doadores

Anúncio