Anúncio

Moradores de Jardim Santa Rosa querem posto de saúde

Por Natália Zandomingo

Publicado em 13 de novembro de 2016 às 11:00
Atualizado em 12 de novembro de 2016 às 10:46
Anúncio

Praça de Jardim Santa Rosa

folhanobairroQuem mora em Jardim Santa Rosa, Guarapari, sonha com uma unidade de saúde no bairro para facilitar o acesso às consultas. Os moradores precisam ir até a Unidade de Saúde da Família (USF) de Jabaraí para conseguir atendimento médico pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Quem não pode ir de carro, faz o caminho a pé ou aguarda o ônibus.

O vice-presidente da associação de moradores, Adriano Nascimento, estima que Jardim Santa Rosa possui mais de 3 mil moradores. Segundo ele, Jabaraí não comporta mais a quantidade de usuários. “A Unidade de Jabaraí está sobrecarregada. Queremos uma USF mais próxima que atenda Jardim Santa Rosa e Aeroporto”.

O segurança Antônio Januário (57), ajuda a levar alguns vizinhos até Jabaraí. “Quando eu posso levo algumas pessoas de carro. Nem todo mundo pode pagar a passagem e muitas mães levam os filhos andando. Idosos também fazem esse caminho de quase uma hora. É muito fora de mão”.

Jardim Santa Rosa

Núbia Dos Santos com o filho Pedro Paulo Santos Alves, de sete meses.

De acordo com os moradores, são marcadas 20 fichas por dia para o bairro. Para conseguir uma vaga é preciso chegar cedo. “A gente precisa chegar às 4h ou 5h da manhã para ficar na fila, senão fica sem”, lembrou o artesão José Borges (60).

A dona de casa Núbia Dos Santos (30) falou que antes era diferente. “O agente de saúde passava nas casas para dar informações e marcar consultas. Agora tem que ir cedo para Jabaraí”.

Remédios em falta

Após a consulta, os pacientes vão até o Centro Municipal de Saúde para pegar os medicamentos receitados. O problema é que muitos produtos estão em falta. Núbia mostrou uma receita com três remédios que precisa tomar, mas apenas um estava disponível.

Resposta da prefeitura

Em nota a prefeitura de Guarapari informou que não está previsto no orçamento participativo ou em outro instrumento legal a construção de uma nova unidade. Os moradores da parte do bairro que tem cobertura do programa Estratégia Saúde da Família devem procurar a USF Maria Lúcia Cunha Lora, em Jabaraí. Os demais podem procurar a Unidade Arnaldo Magalhães, em Muquiçaba.

Quanto a quantidade de fichas para o Jardim Santa Rosa, a administração municipal disse que não existe. “O Conselho Regional de Medicina sugere que os atendimentos tenham pelo menos 15 minutos. Assim, a definição do número de atendimentos se dá de acordo com o perfil do médico”.

Por fim, o órgão esclareceu que Não há previsão na legislação para que o agente comunitário de saúde realize marcação de consultas. “Ele faz apenas uma “ponte” de informações entre a unidade de saúde e o paciente”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

4694CA63-FE4F-4EC5-B5E2-7CFFD072E9D9

Após 27 anos, Basic Idiomas encerra as atividades em Guarapari

corona

Covid-19: Guarapari retifica óbito registrado no bairro Itapebussu

Com isso, o número de mortes registradas no município cai para 113

Anúncio
Anúncio
candidatos 10

Eleições 2020: 10 nomes foram confirmados para a disputa pela Prefeitura de Guarapari

Sol

Calor forte e altas temperaturas devem continuar em Guarapari

Em todo Estado deve acontecer uma onda de calor atípica com termômetros perto dos 40°

Anúncio
jongo

Jongo de Alfredo Chaves ganha dia municipal e é considerado patrimônio cultural

Gás2

Guarapari: Aplicativo identifica revendedora de gás mais próxima do consumidor

Anúncio