Anúncio

Motorista e cobrador de van clandestina são presos em Guarapari

Por Criação HM Propaganda

Publicado em 25 de janeiro de 2017 às 18:42
Atualizado em 25 de janeiro de 2017 às 19:30
Anúncio

Um motorista e um cobrador de van que faziam transporte clandestino de passageiros foram presos na manhã de hoje no Centro de Guarapari. A dupla estava transportando passageiros desde o bairro Santa Mônica e foram flagrados por uma radiopatrulha da seção de trânsito do 10º Batalhão no momento em que desembarcavam alguns passageiros.

Os dois detidos, Diego de Carvalho Alvarenga e Paulo Edgar Teixeira da Cunha, foram levados para a delegacia e autuados em flagrante pelos crimes de Usurpação de Função Pública e por Expor a Perigo a Saúde ou Vida de Outros. No primeiro crime, a pena pode chegar a 5 anos de prisão e a segunda até um ano. Como a soma das penas máximas supera quatro anos, o delegado de plantão não pôde arbitrar fiança e apenas um juiz pode liberá-los.

O veículo foi levado para a delegacia, assim como o motorista e o cobrador. Foto: João Thomazelli/Folha da Cidade

O veículo foi levado para a delegacia, assim como o motorista e o cobrador. Foto: João Thomazelli/Folha da Cidade

A delegada chefe da 5ª Delegacia Regional (Guarapari), Maria da Glória, explicou que o enquadramento do motorista e do cobrador nestes crimes é uma forma de coibir a prática de transporte clandestino na cidade. “Desde o ano passado a Polícia Civil, Militar, Prefeitura e Ministério Público vêm conversando e buscando ações para desestimular a prática de transporte clandestino na cidade. A Polícia Civil vai continuar tratando estes casos como crime e quem for flagrado vai ser preso”, disse a delegada.

"Meu marido não é bandido. Ele estava trabalhando", desabafou Luana..

“Meu marido não é bandido. Ele estava trabalhando”, desabafou Luana.

A esposa de um dos detidos estava na delegacia na tarde de hoje junto com outros motoristas e desabafou. “Meu marido estava trabalhando e não roubando ou matando. Ele estava desempregado e foi a forma que ele encontrou para pagar as contas. Me disseram que o juiz é quem vai decidir se ele vai continuar preso ou se vai ser solto”, desabafou Luana Nery.

Marcelo Morozini, que também faz transporte de passageiros e estava em buscas informações dos presos, também desabafou: “Nós não forçamos ninguém a entrar na nossa van. As pessoas entram porque elas estão cansadas de esperar pelo ônibus e eles demoram a passar. Eu estou fazendo isso para levar comida para minha casa, garantir o meu sustento”, declarou.

Anúncio
Anúncio

Veja também

homenagem3

Grupos de Guarapari homenageiam mortos pela Covid-19 no município

Os coletivos Guarapari Democracia e Liberdade, Mulheres que Lutam e Sinestesia se uniram e prestaram homenagem as 64 pessoas que morreram pela doença na cidade

supermercado_0_0-550x366

Vigilância Sanitária realiza ação de fiscalização em supermercados de Guarapari

Anúncio
Anúncio
Abessa1

Área de lazer do Supermercado Santo Antônio será leiloada em Guarapari

O dinheiro com a venda do imóvel será para o pagamento dos funcionários desligados da Rede

corona

Guarapari registra 12 novos casos da Covid-19

Na cidade, 1.324 pessoas foram confirmadas e 64 morreram pelo coronavírus

Anúncio
Capa

Atleta de Guarapari é contratado por time europeu

O goleiro Thiago Correia aguarda o fim da pandemia para viajar para a Polônia

Foto: Reprodução

Prefeitura de Guarapari anuncia Orçamento Participativo Municipal

O objetivo da medida é fazer com que a população exerça seu papel de cidadão, influenciando o destino de recursos públicos

Anúncio