Anúncio

Músicos se apresentam em calçada e ganham a atenção do público em Guarapari

Por Carolina Brasil

Publicado em 20 de fevereiro de 2019 às 14:58
Atualizado em 20 de fevereiro de 2019 às 15:01
Anúncio

O som dos músicos despertou a curiosidade de quem passava e alegrou a tarde no Centro da cidade.

Uma tarde diferente em Guarapari ao som do Coletivo Luzes. Fotos: Carolina Brasil

Um grupo formado por seis músicos tem se apresentado pelas ruas de Guarapari. Na tarde desta quarta-feira (20), registramos a presença deles em uma calçada do Centro da cidade. O som, “uma mistura de instrumental com Black e pegada de Soul, com influência nordestina e muita coisa regional de forma mais moderna” – como eles mesmos definiram –, agradou quem passava e ganhou até um público que parou para observar os artistas.

Quem decidiu prestigiar, gostou. Todos os entrevistados foram unânimes em dizer que apresentações desse tipo não atrapalham. “Som agradável, é sempre bom ouvir uma música boa”, comentou o administrador Leonardo Bulhões. “Muito interessante e legal. O som é bem agradável”, disse Adelito Ramos que é açougueiro. O colega de profissão Alexandre Andrade concordou: “Muito bom, os meninos tocam bem e a música é bem agradável”.

Alguns pedestres pararam para prestigiar a apresentação do grupo.

O grupo, denominado Coletivo Luzes, veio de Brasília para Vitória. Infelizmente, um dos carros em que viajavam quebrou na capital capixaba. “Agora a gente se viu nessa situação da Kombi quebrada e estamos tocando em cada esquina que a gente encontra para tentar levantar essa grana que a gente precisa para consertar o carro e cair na estrada novamente. Nosso objetivo é seguir viagem pelo litoral até o Maranhão”, contou o vocalista Guaja.

Antes de partirem de Brasília, os músicos não se conheciam e vieram de estados diferentes para participarem um movimento cultural na capital do país. “Nós nos conhecemos em um sarau do Coletivo Arengueira, em Brasília, cada um estava lá se apresentando, mostrando a arte que faz individualmente e foi essa arte que nos uniu. Fomos convidados para gravar o primeiro EP em abril e decidimos sair na estrada para buscar inspiração e experiência”.

Além do Guaja, que é do Maranhão e a voz principal, fazem parte do grupo: Pedro, do Piauí, na guitarra, Mari, Gabriel  e Jean, de Brasília, que tocam zabumba, violino e jambê, respectivamente. Já no Espírito Santo, o trompetista capixaba Rodrigo se juntou ao Coletivo Luzes. “Eu os conheci por acaso e também estou de viagem com meu trompete fazendo um som e, naquele momento, decidi fazer esse trabalho com eles nas ruas daqui de Guarapari”, contou.

Da esquerda para direita: Guaja, Pedro, Mari, Gabriel, Jean e Rodrigo.

Todos vivem de música, mas buscam apoio para apresentações e até trabalhos paralelos que possam promover o objetivo deles de consertar a Kombi e cair na estrada até o Maranhão. Contato: (61) 9627-7820.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

PM GRI

PM de Guarapari faz sucesso na internet e tem mais de 80 mil seguidores

Raphael Santana também faz faculdade de direito e trabalhos como modelo

Foto: Arquivo/Folha

INMET emite alerta de chuva forte e ventos intensos em Guarapari

Ao todo, 50 municípios capixabas podem ser afetados pela mudança climática; Há risco de alagamentos, deslizamentos e transbordamentos de rios

Anúncio
Anúncio
HFA_fachada_tratada-1024x778

Votação popular: Hifa Guarapari pode ser contemplado com emenda parlamentar

A proposta consiste na renovação do Parque Tecnológico da Unidade Hospitalar do Centro Cirúrgico com aquisição de novos equipamentos

nesio

Covid-19: Secretário diz que número de casos deve aumentar nos próximos dias, mas não é ‘nova onda’

Nésio Fernandes explicou os fatores que vão influenciar no aumento de casos

Anúncio
drogas GRI

Operação conjunta prende suspeito de tráfico de drogas em Guarapari e Vila Velha

processo-seletivo

Seger abre processo seletivo para cargo com remuneração de R$ 4,5 mil

Anúncio