Anúncio

“Não é o momento de contar calorias, mas de fortalecer o organismo”, alertou nutricionista de Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 28 de março de 2020 às 12:00
Atualizado em 25 de março de 2020 às 15:36
Anúncio

Nutricionista Maria Aracy. Foto: Arquivo Pessoal.

Em tempos de quarentena, decorrente da pandemia do Covid-19, o medo de se refugiar na comida, podendo prejudicar a saúde ou engordar em excesso, tem povoado o pensamento de muitos. Somando a ansiedade pelo medo da doença que assusta o país e o mundo com o isolamento social necessário nesse momento, a comida é a saída na maioria das vezes.

A nutricionista Maria Aracy, residente e atuante em Guarapari, sugere cautela durante esse período e alerta que o momento não é de pensar no valor calórico de cada alimento, mas na composição nutricional e priorizar os alimentos que podem auxiliar no fortalecimento do imunológico. “O consumo de gengibre, açafrão da terra (cúrcuma), coentro, alho, cebola, inhame, laranja, limão, abacaxi (frutas cítricas), castanha do Pará, caju (oleaginosas), própolis e mel, salmão, atum, gema de ovo e bife de fígado, bem como os ricos em fibras: grãos, farináceos, oleaginosas e cereais integrais, consumidos com moderação, podem fazer parte de uma alimentação equilibrada que não irá afetar no ganho de peso”, orientou Maria.

De acordo com a profissional, as vitaminas A, B2, B6, C, D, E, zinco, selênio e multivitamínicos são aliados para o fortalecimento da imunidade e para a saúde mental. “Uma alimentação equilibrada e balanceada, hidratação adequada e alimentos ricos em vitaminas e minerais podem contribuir para a saúde mental estimulando os neurotransmissores a liberar hormônios do prazer. Alimentos como: proteínas, banana, aveia, folhosos escuros, oleaginosas, pimenta, chocolate, mel e laranja contribuem para isso”.

No entanto, Maria chama atenção para os alimentos que podem agir de forma contrária e prejudicar o imunológico como, gorduras, frituras e os com alto teor de sódio e açúcares, além das bebidas alcoólicas. “Também é importante lembrar que para todo tipo de alimento existe um limite de consumo, não só os prejudiciais. Se excedemos esse limite, nenhum irá trazer benefícios e pode ocasionar maléficos para a saúde”.

A nutricionista finaliza dizendo que é importante manter a atividade física durante o isolamento. “Exercícios auxiliam na liberação dos hormônios da felicidade. E a junção de alimentação saudável e prática de atividade física são excelentes aliados para manter a saúde mental nesses dias de quarentena”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

chuva_2_2_0

Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves estão entre as cidades com maiores acumulados de chuva

Três pessoas estão desalojadas em Guarapari; Rodovia é totalmente interditada em Alfredo Chaves

108319221_agencia-brasil_carteiradetrabalho

Sine Anchieta anuncia mais de 140 oportunidades com vagas para Guarapari

Anúncio
Anúncio
PROCESSO-SELETIVO-PARA-MEDICOS-ROLIM

Guarapari abre processo seletivo para assistente social e auxiliar de serviços gerais

Há também oportunidades para coordenador e cuidador

Transplante

Aguardando um novo coração, moradora de Guarapari precisa de ajuda com os custos da viagem

Taiana está como prioridade na lista do transplante de coração em São Paulo e fez uma vaquinha online para custear a estadia na cidade enquanto aguarda um doador

Anúncio
camara-2-550x482

CPI dos Shows tem nova reunião marcada para esta manhã (24) em Guarapari

Foto: Reprodução

Mais 75 casos da Covid-19 são notificados em Guarapari

Com isso, a cidade totaliza 10.682 notificações; 3.324 casos estão confirmados

Anúncio