Anúncio

O direito recíproco de prestação de alimentos entre filhos e pais

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 31 de agosto de 2019 às 15:00

Anúncio

Por Shalane Fonseca Neves (*) advogada – OAB/ES 30.363

Dinheiro pensão - O direito recíproco de prestação de alimentos entre filhos e pais

Imagem ilustrativa.

Os alimentos são a prestação fornecida a uma pessoa para atender e manter a sua existência, garantindo o direito à vida física, intelectual e moral. A prestação pode ser em dinheiro ou espécie e podem ser devidos por pais e por filhos.

O Código Civil Brasileiro dispõe no artigo 1695:

“São devidos os alimentos quando quem os pretende não tem bens suficientes, nem pode prover, pelo seu trabalho à própria mantença, e aquele, de quem se reclama, pode fornecê-los, sem desfalque necessário ao seu sustento.”

Em análise ao artigo acima citado, resta claro, que se exige dos pais o dever de criar, assistir e educar os filhos menores e com eventual incapacidade mental ou física, bem como, quando os pais chegarem à carência, velhice ou enfermidade, surgirão para os filhos o dever de os amparar e ajudar, garantindo-lhes uma vida digna.

Destaca-se, ainda, a importância da Lei nº 5.748, de julho de 1968, que dispõe sobre ação de alimentos e dá outras providências, garantindo aos pais e filhos seus direitos e deveres.

Ademais, o “Estatuto do Idoso” criado pela Lei nº 10.741 de outubro de 2003 regulamenta o abandono afetivo, assegurando ao idoso, prioritariamente, a efetivação do direito à vida, à alimentação, à saúde, à dignidade, ao respeito, à convivência familiar e comunitária, entre outros.

Vale ressaltar, que o princípio da RECIPROCIDADE, entra em questão quando os pais deixam de prestar assistência aos filhos na infância, deixando de existir a obrigação de os filhos assistirem seus pais, conforme o disposto no artigo 1638 do Código Civil, o qual prevê que: “perderá por ato judicial o poder familiar o pai ou a mãe que: I– castigar imoderadamente os filhos; II- deixar os filhos em abandono; III- praticar atos contrários à moral e os bons costumes (…)”.

Percebe-se, portanto, que a obrigação de alimentar toca as necessidades vitais dos seres humanos, sejam filhos ou pais, sendo essenciais o direito à vida e o direito à dignidade, e estes direitos são salvaguardados pela Prestação de Alimentos.

IMG 20190731 224151 585 - O direito recíproco de prestação de alimentos entre filhos e pais

(*) Shalane Fonseca Neves -OAB/ES 30.363

Advogada na Neves & Prado Advogados E Assessoria Jurídica.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Governo do Estado declara Estado de Atenção para situação hídrica no ES

Medida foi tomada devido à falta de chuvas e estiagem nos últimos meses

Joao-Hadad-em-A-Grande-Conquista-2

Guarapariense João Hadad disputa final de reality show da Record

Final acontece nesta quinta (18)

Anúncio

Anúncio

casa-sinestescia-2024

Casa Sinestésica oferece Oficina de Desenho gratuita nesta quarta (17) em Guarapari

Com o tema Autorretrato, atividade tem vagas limitadas

IMG_9800-1

Terra dos Dinos: Guarapari deve ganhar filial do ‘Jurassic Park brasileiro’ em 2025

Parque temático, no RJ, possui diversas atrações e 40 modelos de dinossauros em tamanho real

Anúncio

20240701_160006

Fios acumulados e pendurados em postes preocupam moradores de Guarapari

Moradores flagraram casos em duas avenidas movimentadas da Praia do Morro

lei-seca_forca-pela-vida-7-1

Blitz Lei Seca flagra 131 motoristas alcoolizados em todo Estado no fim de semana

Ação faz parte do programa “Força pela Vida”, integrando diversos órgãos

Anúncio