Anúncio

Pacientes de Guarapari relatam demora na entrega dos resultados de exames para COVID-19

Espera chega a beirar prazo do isolamento indicado para casos confirmados

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 24 de novembro de 2020 às 08:40
Atualizado em 25 de novembro de 2020 às 08:46

Anúncio

A demora para receber o resultado dos exames da COVID-19 tem preocupado pacientes que procuram a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guarapari. Segundo relatos, a aplicação dos testes chega a ser adiada mais de uma vez e, após a realização, os resultados demoram a chegar. A demora faz com que os pacientes cumpram a quarentena recomendada para casos confirmados mesmo sem ter a confirmação da doença.

Segundo a Prefeitura Municipal de Guarapari, a média de prazo é de cinco a sete dias para liberação dos exames.

A paciente Jacira Almeida relatou à redação que o exame só foi realizado na terceira ida à UPA. Após a realização dos testes, os resultados demoraram ainda mais. “Me deram o prazo de cinco dias; liguei, porém não havia resultado ainda. Enquanto isso eu seguia em isolamento, sem saber se eu estava contaminada ou não”. Segundo Jacira, o resultado foi entregue uma semana depois da data prevista. “Apenas na véspera do fim do isolamento, quase uma semana depois do informado pela equipe da UPA, tive a confirmação: deu negativo”. O protocolo recomendado pela Organização Mundial da Saúde recomenda isolamento de 14 dias para casos confirmados.

Espaço de atendimento criado para pacientes com sintomas de Coronavírus.

Renata Ribeiro, médica que trabalha no espaço dedicado ao atendimento dos casos suspeitos de COVID-19 na UPA do Ipiranga, explicou que os testes só podem ser aplicados até 8 dias após o aparecimento dos sintomas, mas que pacientes que apresentam sinais mais avançados da doença e integram o grupo de risco são internados ou acompanhados mesmo antes da entrega dos resultados. “Quando o paciente não apresenta chances de complicação, é feito o SWAB, pelo Lacen, que só pode ser realizado de 4 a 8 dias após o sintoma. Depois disso, o teste é entregue de 3 a 5 dias. Já pacientes do grupo de risco que sinalizam maior possibilidade de complicação, passam por testes preditivos, e caso tenha indícios de Covid já são isolados assim que chegam na tenda. Os pacientes que indicam gravidade, são logo internados”, afirmou Renata.

Em nota, a Prefeitura explicou que “os exames são realizados pelo laboratório do Estado e os resultados são liberados por eles. A média de prazo é de cinco a sete dias para liberação”. A Prefeitura também afirmou que está viabilizando, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a ampliação do espaço para atender à demanda da alta temporada.

*Texto: Gislan Vitalino.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

casagrande-cargueiro-vacina-covid-governador

Profissionais do Hospital de referência à Covid-19 serão vacinados hoje

Casagrande viajou na noite de ontem (17) para São Paulo, onde aconteceu a cerimônia da entrega simbólica da vacina da Covid-19.

praia-central-jonas-pereira

Orlas com novo visual em Anchieta

Anúncio

Anúncio

pésquisa cortada

Pesquisa: Guarapari e Anchieta terão o perfil dos turistas no Verão avaliados

12 municípios capixabas e cinco parques estaduais passarão pela pesquisa; o objetivo é conhecer o perfil de quem procura estes locais e a avaliação destes destinos

feinartg

Artesanato Interditado duas vezes

Anúncio

sebrae-es

Confira dicas para vender no verão e oportunidades de capacitação gratuitas no Sebrae – ES

Além de elencar oportunidades de qualificação, o Sebrae separou dicas valiosas para impulsionar as vendas na alta temporada.

Anchieta

Mapa Covid-19: Anchieta sobe para Risco Alto; Guarapari segue como Moderado

Anúncio