Anúncio

Guarapari: Para acompanhar tratamento de paciente com Covid-19, família faz almoço beneficente

Diariamente, familiares gastam cerca de R$120 com deslocamento até o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, onde Nilda está internada em estado grave

Por Nicolly Credi-Dio

Publicado em 31 de julho de 2020 às 09:15
Atualizado em 31 de julho de 2020 às 17:45
Anúncio
Avanilda Oliveira Santana, de 49 anos. Foto: Arquivo Pessoal

Há 18 dias, Avanilda Oliveira Santana, conhecida por amigos e familiares como Nilda, encontra-se internada no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra. A paciente, de 49 anos, contraiu o novo Coronavírus (Covid-29) e possui quadro clínico grave. Sem a possibilidade de receber atualizações sobre o estado de saúde de Avanilda por telefone, os familiares, que residem em Guarapari, deslocam-se diariamente até o hospital, gastando aproximadamente R$120 por dia. Para arcar com esse gasto, a família irá promover um almoço beneficente, no próximo domingo (02).

Segundo Gabriela Santana, sobrinha da paciente, o quadro clínico de Nilda é grave, mas encontra-se estabilizado. “Ela tem diabetes, o que gerou algumas complicações. Por isso, já teve três paradas cardíacas e passou por uma traqueostomia recentemente. Agora, estamos aguardando para ver como irá reagir sem os sedativos”. Preocupados com o estado de saúde de Avanilda e sem a possibilidade de receber notícias por meio do telefone, os familiares vão até o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves diariamente. “Cada dia sem notícias é um dia de muita aflição, então dia após dia a visitamos”, explica a sobrinha.

De acordo com Gabriela, o deslocamento de Guarapari a Serra acarreta em um gasto diário de cerca de R$120. “Nós não podemos usar transporte público, pelo risco de transmissão, por isso fazemos o trajeto de carro. Enquanto podíamos, fomos lidando com esse gasto entre a família, sem divulgar, mas aos poucos foi se tornando insustentável”, relata. Para continuar acompanhando de perto o quadro clínico de Nilda, que não tem previsão de alta hospitalar, os familiares uniram-se e resolveram promover um almoço beneficente.

A família aceita doações de alimentos para a produção das refeições. Foto: Divulgação

Gabriela afirma que há muitas formas de ajudar a família. “Nós estamos aceitando doações de alimentos para produzirmos o almoço. É só entrar em contato com a gente que vamos até o local buscar. Quem comprar o almoço também estará nos ajudando, porque todo o dinheiro das vendas será usado para arcar com os custos do acompanhamento e tratamento da Nilda. Quem não puder doar ou comprar as marmitas, pode nos ajudar por meio de orações. Essa é a maior ajuda que podem nos dar”.

O almoço será vendido no próximo domingo (02), a partir de 11h30, e será entregue em todo o município de Guarapari. Para pedir a refeição ou doar alimentos para o preparo e, assim, ajudar os familiares de Avanilda Santana a continuarem a acompanhando de perto, basta entrar em contato com membros da família através dos números abaixo.

Serviço:

Almoço beneficente

(27) 98876-5626 – Gabriela

(27) 99809-2226 – Vanuza

(27) 99835-4763 – Vanessa

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio
Anúncio

Veja também

Hifa Dia das Crianças

Hifa Guarapari e grupo “Cheios da Graça” realizam ação em prol do Dia das Crianças

O objetivo é arrecadar lápis, lápis de cor, giz de cera, canetinha colorida, apontador, gibis, livrinhos passatempos de palavras cruzadas e caça palavras

Ideb-11072019

Educação de Guarapari destaca-se como melhor Ideb entre os municípios da região metropolitana

Anúncio
Anúncio
praia cheia feriado

Qual é a verdadeira vocação turística de Guarapari, hoje?

imagem para o artigo

Artigo: É possível realizar divórcio online?

Anúncio
upaa-550x413

Cidade Saúde completa 129 anos e profissionais da UPA Guarapari falam sobre enfrentamento à pandemia

Os profissionais da saúde acreditam que esse é um momento passageiro e, em breve, datas como essa poderão voltar a ser comemoradas coletivamente

verão-550x367

Covid-19: Guarapari é classificada como “Risco Baixo”; o município tem 3.198 casos confirmados

O ES tem três municípios em risco moderado e 75 em risco baixo. Não há mais municípios em risco alto

Anúncio