Anúncio

Paralimpíadas Escolares 2019: atleta de Guarapari conquista o ouro nos 100 metros Medley

Por Aline Couto

Publicado em 21 de novembro de 2019 às 10:38
Atualizado em 21 de novembro de 2019 às 10:45
Anúncio

O nadador é o único representante do município entre os convocados do Estado para a competição

Breno com a família e o técnico Leonardo Miglinas (camisa azul).

O atleta de Guarapari Breno Braga da Costa, 14 anos, subiu no degrau mais alto do pódio durante as Paralimpíadas Escolares 2019, que estão acontecendo em São Paulo. Breno foi medalha de ouro nos 100 metros Medley (quatro estilos). O nadador, apelidado de ‘shark boy’, é um dos 59 convocados em diferentes esportes para representar o Espírito Santo e o único de Guarapari.

Patrícia Braga, mãe do nadador, contou que ele ficou muito nervoso e ansioso antes da prova. “Nenhum atleta é 100% em todas as modalidades, e Breno tem dificuldade no nado borboleta. Por isso estava preocupado, mas no final deu tudo certo”.

O adolescente, que nasceu com uma doença congênita e começou a perder a visão aos nove anos, encontrou na natação um novo sentido após o diagnóstico. De acordo com a mãe, o filho, que compete há dois anos e acumula 10 medalhas, está determinado a virar um atleta profissional. “Ele tem treinado muito, de segunda a sábado, e chega a ficar mais de três horas na piscina”, destacou dizendo que a meta do nadador é alcançar a marca de 100 medalhas.

Breno e a mãe Patrícia.

Breno tem baixa visão e, pela atual classificação entre os deficientes visuais, compete na classe S12. Essa é a terceira convocação do atleta guarapariense para a competição, considerada o maior evento mundial para crianças com deficiência em idade escolar. Em 2017, Breno foi medalha de ouro nos 50 metros nado peito, 50 metros livre e 100 metros borboleta. Em abril desse ano, ganhou a prata nos 100 metros medley durante uma competição na cidade de Curitiba.

O ‘shark boy’ ainda compete hoje (21) nos 50 metros borboleta, e amanhã (22), nos 50 metros peito e 50 metros crawl (estilo livre). “Nossa expectativa é que ele consiga mais medalhas nessas últimas disputas. Ele é muito dedicado e quando começa a competir, acende um gás e não perde o foco”, relatou Jaina Costa, autointitulada a avó mais coruja do mundo.

A avó Jaina com a medalha de ouro na mão.

Paralimpíadas Escolares 2019

Iniciaram no dia 18 e terminam dia 23 de novembro. A competição está acontecendo em São Paulo e reúne atletas de todo o país com o objetivo principal de estimular a participação esportiva entre os estudantes com deficiência física, visual e intelectual.

Ao todo, 12 modalidades esportivas fazem parte da competição – Atletismo, Bocha, Futebol de 5, Futebol de PC, Goalball, Judô, Natação, Tênis de Mesa, Tênis em Cadeira de Rodas, Voleibol Sentado, Basquete em Cadeira de Rodas e Parabadminton.

Medalhas

Até ontem, o Estado estava na 10ª colocação no ranking de medalhas e já tinha conquistado 21 delas entre a natação e o atletismo.

Fotos: Arquivo Pessoal.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

coronavírus-550x309-1

Covid-19: 169 pessoas são consideradas doentes em Guarapari

IMAGEM PARA COMPOR O ARTIGO

Artigo: Acordos extrajudiciais trabalhistas em tempo de pandemia

Anúncio
Anúncio
WhatsApp Image 2020-10-05 at 18.57.20

Casal de Guarapari faz sucesso com artesanatos esculpidos em madeira

Angélica Paixao Escola (1)

Escola de Guarapari cria o ‘Clube de Leitura Virtual’

Anúncio
anchieta 2

Anchieta passa para categoria “Baixo” em 28º Mapa de Risco para Covid-19

bf569277-2023-4ee7-a03d-d1fb0d222d70

Morre aos 91 anos Afrodísio Gomes, policial militar mais antigo de Guarapari

O enterro ocorreu nesta tarde (23) e contou com a presença de diversos membros da Polícia Militar, que prestaram homenagens

Anúncio