Anúncio

PC divulga imagens dos suspeitos de homicídio em Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 25 de março de 2019 às 13:02
Atualizado em 25 de março de 2019 às 13:49
Anúncio

Dois homens foram identificados por testemunhas como autores do crime. Eles aparecem em um vídeo* entregue à polícia por familiares da vítima.

Delegado Franco Malini, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari investiga a morte de Diego Malaquias da Silva, de 21 anos, integrante de um grupo de ciganos oriundo da cidade de Barra do Rio Grande, na Bahia. O crime aconteceu na madrugada da última sexta-feira (22), em Muquiçaba, na localidade conhecida como Morro da Caixa D’água.

Familiares da vítima entregaram à Polícia Civil um vídeo feito dentro de um veículo com cinco ocupantes, quatro deles com armas de fogo em punho. Testemunhas apontaram dois como os executores. De acordo com o delegado titular da DHPP, Franco Malini, os suspeitos ainda não foram identificados e, para isso, conta com a colaboração da população com a divulgação das imagens. “As testemunham afirmam que esse grupo ainda pretende matar outros indivíduos da família e que os suspeitos estariam em Guarapari. Nosso objetivo é identificar essas pessoas para que outros crimes não ocorram, para isso contamos com a ajuda da população através do Disque-Denúncia (181), o anonimato é garantido”, destacou.

Esses são os dois suspeitos apontados como os executores do crime por testemunhas. Fotos: Reprodução

Ainda segundo Malini, o grupo vivia há alguns anos em Guarapari e teria deixado a Bahia após desavença com outro núcleo cigano que, conforme as testemunhas, cobrava uma espécie de “pedágio” para que os demais morassem no local e, mesmo deixando a cidade, estariam sendo perseguidos e mortos.

Outros dois integrantes e membros da mesma família de Diego já foram mortos: Um irmão, Cleberson Mendes de Oliveira, morto em São Paulo, em novembro de 2017, e um primo, Moisés Castro Dourado, executado em Brasília, em junho de 2018.

“Não se sabe a real motivação, mas as testemunhas contaram que estavam sendo extorquidas na Bahia e que o chefe lá e mandante do crime seria Agaston Castro Dourado. Tanto o mandante, como os executores devem ser indiciados por homicídio”, informou o delegado. As qualificações dependem dos resultados das investigações.

Choque

A morte de Diego Malaquias da Silva, 21, ocorreu por volta de 1h da manhã, última sexta-feira (22). Diego, esposa e filhos dormiam no mesmo quarto quando foram surpreendidos. Uma das crianças, inclusive, teria ficado suja de sangue e socorrida com suspeita de que estivesse ferida. “Ela foi levada ao hospital, mas lá foi constatado que o sangue era do pai. O trauma fica, mas felizmente a criança não foi atingida”, lembrou o titular da DHPP de Guarapari.

* O vídeo não foi incluído nesta publicação por conter imagens de um possível menor de idade.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

Ideb-11072019

Educação de Guarapari destaca-se como melhor Ideb entre os municípios da região metropolitana

praia cheia feriado

Qual é a verdadeira vocação turística de Guarapari, hoje?

Anúncio
Anúncio
imagem para o artigo

Artigo: É possível realizar divórcio online?

upaa-550x413

Cidade Saúde completa 129 anos e profissionais da UPA Guarapari falam sobre enfrentamento à pandemia

Os profissionais da saúde acreditam que esse é um momento passageiro e, em breve, datas como essa poderão voltar a ser comemoradas coletivamente

Anúncio
verão-550x367

Covid-19: Guarapari é classificada como “Risco Baixo”; o município tem 3.198 casos confirmados

O ES tem três municípios em risco moderado e 75 em risco baixo. Não há mais municípios em risco alto

jb

JB completa 30 anos como parceiro para toda obra dos moradores de Guarapari

A loja de material de construção está realizando a campanha “Aniversário do Bem”, que premiará um cliente e uma instituição social do município

Anúncio