Anúncio

Peça teatral conscientiza crianças sobre a dengue

Por Hamilton Garcia

Publicado em 8 de setembro de 2016 às 12:54
Atualizado em 8 de setembro de 2016 às 12:56
Anúncio

Gessika Avila

A recorrência de casos de dengue está sempre preocupando a sociedade. Todo ano, surtos da doença acontecem, levando as pessoas a cobrarem das autoridades medidas de combate ao vetor. O que muitos custam a entender é que, para evitar a proliferação do mosquito, cada um deve fazer a sua parte.

DENGUE (2)

Há dois anos, um grupo de agentes comunitários de saúde da Unidade Pedro Machado, no bairro Bela Vista, em Guarapari, decidiu tomar uma atitude: eles se uniram e deram início a uma série de apresentações de um teatro sobre a dengue. A ideia agradou e eles continuam levando uma história de conscientização para crianças de várias partes da cidade.

Utilizando uma linguagem infantil, o objetivo da peça é levar mensagens que não sejam esquecidas com facilidade pelos pequenos, que aprendem e repassam os ensinamentos para os pais, cobrando deles atitudes para evitar casos de dengue. “Trabalhamos a prevenção durante as apresentações. As crianças interagem bastante e levam para casa a mensagem de conscientização”, conta uma das agentes, Carla Alessandra Milagre Muniz.

Para ela, as encenações têm surtido efeito. Depois de se apresentarem em 12 escolas e terem ajudado a conscientizar famílias inteiras, Carla percebe mais ações de combate à proliferação do mosquito da dengue. Mas o trabalho não para por aí: a peça continua sendo apresentada para estudantes, com o intuito de alertar cada vez mais pessoas sobre a doença.

Ao todo, 14 agentes se dedicam a chamarem atenção das crianças com as mensagens educativas. Todos dão um jeito de fazer com que os diálogos sejam absorvidos e transmitidos em casa. “Nos divertimos fazendo isso. É um trabalho recompensador, pois sabemos da importância dele e vemos que tem resultado”, destaca Carla.

A agente ainda aponta efeitos futuros em ações como essa. “O reflexo no amanhã vale ser ressaltado. São ideias assim que transformam a sociedade, fazendo as pessoas refletirem sobre suas ações e mostrando como elas podem mudar certos hábitos. A mensagem consegue ser multiplicada com facilidade e vidas podem ser salvas”.

Anúncio
Anúncio

Veja também

corona

Coronavírus: Guarapari registra 12º óbito e mais 10 casos da doença

A vítima fatal da doença residia no Centro

CTA

Centro de Testagem e Aconselhamento vira alvo de denúncias em Guarapari

Anúncio
Anúncio
Lucineia Santos de Souza. Foto: Arquivo Pessoal

Moradora de Guarapari já produziu e doou mais de 500 máscaras para famílias carentes

Com um saco de retalhos e um rolo de elástico, Lucineia Santos resolveu ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social a se protegerem da Covid-19

homicidio

Número de homicídios no ES reduz em maio e atinge melhor número dos últimos 24 anos

Anúncio
abertura de em presas

ES está entre os 12 estados com menor tempo de espera para abertura de novas empresas

cão4

Pandemia faz número de adoção de cães e gatos crescer em Guarapari