Anúncio

Personal explica que é possível retardar a velhice com exercícios em casa

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 11 de julho de 2021 às 12:00

Anúncio

Personal explica que é possível retardar a velhice com exercícios em casa

O envelhecimento é um processo natural. Porém, é possível retardar a velhice e conquistar mais qualidade de vida com exercícios que até podem ser feitos em casa.

O educador físico e personal trainer, Eriki Gaigher, de 34 anos, defende essa ideia e desmitifica a que muita gente acredita: que exercício físico não é coisa para idoso. Segundo ele, este pode ser um dos grupos mais beneficiados com a prática regular de atividades físicas.

“Em casa encontramos vários locais que podem virar aparelho de ginástica, como a escada, uma cadeira. Não há idade para começar a se movimentar. O ideal para esta faixa etária é uma combinação de atividades aeróbicas, exercícios para força muscular e alongamento”.

Antes de escolher uma modalidade e começar a se movimentar, é importante o idoso visitar o médico e prefira o acompanhamento de um profissional. Passar por uma avaliação física, de acordo com Eriki, deve ser o primeiro passo de quem quer começar a se exercitar porque este cuidado vai garantir que a prática só traga benefícios, qualidade de vida e que seja duradoura.

“É importante ser orientado por um personal trainer para evitar lesões. Ele também pode auxiliar na escolha da atividade, por exemplo, pessoas com artrose devem evitar exercícios de grande impacto. Já o médico vai avaliar as condições clínicas do paciente, como problemas cardiovasculares e outros que possam interferir na sua segurança e desempenho”, orientou.

Ele ressaltou também que um estilo de vida sedentário simplesmente acelera o nosso declínio relacionado à idade. Isso contribui para o aparecimento de doenças como diabetes, problemas cardiovasculares e até o câncer.

“O exercício não só ajuda a prevenir o surgimento de muitas doenças, como também contribui para curar ou aliviar outras, melhorando nossa qualidade de vida”, complementou.

Aluno do Eriki Gaigher, Jamil Denadai, de 79 anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) que comprometeu os movimentos de um dos lados do corpo e o deixou acamado por trinta dias em agosto de 2019. Com apenas quatro meses treinando duas vezes por semana em casa, revelou que já vê muitos avanços.

“Hoje já consigo ir à rua pagar minhas contas. Nem isso eu conseguia”, garantiu o aposentado.

*Texto e foto de Clóvis Rangel.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Design sem nome (cover)

Ex-secretário confirma realização de concurso com 1.100 vagas para a Polícia Militar do ES

Conteúdo programático já foi divulgado pela PMES

vacina-criancas - cover

Guarapari realiza sábado (28) de vacinação em diversas Unidades de Saúde

Mutirão vai aplicar vacinas da Covid-19, Influenza e Tríplice Viral até as 15h deste saábado (28)

Anúncio

Anúncio

amistoso_rio_branco_e_Alianca-cover

Time amador de Guarapari enfrenta equipe profissional do futebol capixaba neste sábado (28)

Associação Atlética Aliança vai disputar uma partida contra o Rio Branco Atlético Clube, de Vitória

caminhada_luminosa_ubu

Caminhada Luminosa abre Festa Nacional de São José de Anchieta

Na ocasião centenas de devotos irão percorrer o trecho, que por muitas vezes foi feito por São José de Anchieta

Anúncio

Ponto de ônibus11

Ponto de ônibus torto causa estranheza em Guarapari

passeio_jardineira_guarapari-2022-05-26-1

Roteiro turístico em jardineira visita pontos turísticos e históricos de Guarapari

Roteiro inclui praias, mercados municipais e pontos históricos como ruínas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição e Gruta de Sant’ana

Anúncio