Anúncio

PM apreende armas falsas em Guarapari

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 12 de fevereiro de 2020 às 16:44
Atualizado em 12 de fevereiro de 2020 às 16:44
Anúncio

Na última terça-feira (11), policiais militares encontraram dois simulacros de pistola no interior de residência no Ipiranga

Foto: Divulgação

Na última terça-feira (11), o 10º Batalhão da Polícia Militar de Guarapari detiveram um homem com mandado de prisão em aberto, no Centro, e apreenderam materiais que seriam destinados ao embalo de drogas, além duas armas falsas.

Ontem (11), por volta das 11h, policiais abordaram um indivíduo de 35 anos, no bairro Centro. Foi constatado que o homem apresentava um mandado de prisão em aberto.

No período da tarde, por volta das 15h, militares avistaram dois indivíduos em frente à uma residência, em atitude suspeita, no bairro Ipiranga. Durante a abordagem, foi encontrada uma sacola contendo materiais para embalo de entorpecentes. Dentro da residência, foi encontrado 01 munição calibre .12, 02 simulacros de pistola e 02 frascos de lança perfume vazios.

Os envolvidos nas ocorrências foram detidos e encaminhados ao departamento policial de Guarapari juntamente com todo material.

  • Com informações do 10º Batalhão da Polícia Militar de Guarapari

Anúncio
Anúncio

Veja também

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Bolsonaro testa positivo para o novo coronavírus

Desde a noite da última segunda-feira (06), quando apresentou os primeiros sintomas, o chefe do executivo cancelou a agenda da semana

óbitos covid

Guarapari perto dos 5% de óbitos por Covid-19

Dos 1.117 casos confirmados na cidade, 50 chegaram ao óbito.

Anúncio
Anúncio
policia federal

Fraude em merendas de Guarapari segue em investigação

Anúncio
Foto: Reprodução

Guarapari totaliza 50 mortes pela Covid-19; 25 pacientes estão hospitalizados

3 mortes foram registradas nas últimas 24h; Índice de letalidade da doença no município sobe para 4,48%

Bruna grávida de Arthur. Foto: Arquivo Pessoal

Guarapari: Após perder o filho, mãe grava vídeo incentivando doação de sangue

Grata pelas transfusões sanguíneas que permitiram que Arthur vivesse 71 dias, Bruna Guerini criou uma campanha para salvar vidas

Anúncio